sexta-feira, 31 de julho de 2009

"ÍNDICE DESTE BLOG DE JULHO 2009" (clique nos links)

MENINOS DE PEDRA

Pobre menino de pedra,
de olhos de brita,
e hálito de asfalto
Que mata sua fome
e seus sonhos,
no fundo do mesmo cachimbo
Pobre menino duro,
duro de frio,
duro de pedra
De todos os filhos que tivemos,
aquele,
que nunca nasceu
Pobre pedra,
pobre menino,
que da infância,
ainda guarda um dente de leite
num canto esquecido da boca ...

Marcelo Roque





"Não há maior violência que o abandono
E por causa dele, cada vez mais crianças e adolescentes,
estão tendo suas vidas destruidas, por esta terrível droga,
que é o crack
E a responsabilidade é toda nossa, afinal, estes jovens são
frutos, da sociedade em que vivem"

Explicando: Eu me calo - o clip

Fiz este clip de um poema de Oswaldo Antônio Begiato, dedicado ao meu filho André, de 27 anos, após seu transplante de duplo pulmão – Outubro/2008, musicado pelo seu pai, Sinédei Moura, e transformado por mim num clip de agradecimentos: em primeiro lugar a Deus, em segundo aos Deuses de todos os Sóis, em terceiro, pela coragem, força e alegria que aprendo a cada dia com a minha estória, e com a de todos que estão em minha volta, e a mim transmitem bons fluidos.

Amém.

Eu me calo - Sinédei Moura / Oswaldo Antônio Begiato - vídeo de Vania Gondim

...no último dia do mês,fechando o primeiro semestre de 2009...











...mudei a imagem do topo deste blog
porque tem muito a ver com a minha vontade de expressão!
bati esta foto em 1987,ela significa meu pai e a minha vida.
o fundo do quintal da "oficina" mecânica de meu pai,
e onde eu vivi até meus 8 anos de idade.
meu pai projetava e fabricava máquinas operatrizes
numa "indústria"de fundo de quintal! mais brasileiro que isto...
este local fotografado ,era onde ficava a forja,peças velhas,
e uma bancada meio esquecida...tudo meio enferrujado,
a bancada de trabalho dele mais usada,ficava noutro lugar.
mas aqui é o fundo do quintal de uma "indústria de fundo de quintal"!
local que não mais existe desde o ano 2000,
e se eu não tivesse batido esta foto,hoje seria menos feliz!

Nadia Stabile - 31/07/09

FALA PALAVRA FALA ( ARTUR GOMES )

fala palavra fala
falasse fruta fel falar felada fome
fala fervura falo fogo falo festa
fala palavra fala fela
fala cidade fala favela
rio de janeiro
fevereiro carnaval
fala chacal
fala mangueira portela
muito prazer teu poema fala
fala poeta que a palavra parte
fala palavra arte
salta da pedra da gávea
pra dentro do teu poema
fala cabloco tupi
flecha de fogo tupã

curumim de ipanema
fala poema novo
de dentro da casca do ovo
fala carioca da gema.

Manuel Bandeira - O habitante de Pasárgada

A CARTA DE CAMINHA É LEMBRADA COMO O PRIMEIRO CASO DE NEPOTISMO NO BRASIL

(...)No Brasil, a Carta de Caminha é lembrada como o primeiro caso de tentativa de nepotismo documentada no Brasil. Ao final da carta, Caminha pede ao rei um emprego a um sobrinho, um rapaz competente e cumpridor dos deveres. A palavra "pistolão", muito empregada no Brasil, vem de epístola (carta), devido à carta de apresentação, prática iniciada com a Carta de Caminha.[1]

FONTE : http://pt.wikipedia.org/wiki/Nepotismo

FERNANDO PESSOA (DO BLOG DO AMIGO WALDER MAIA DO CARMO) (clique aqui)

Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo : "Fui eu ?"
Deus sabe, porque o escreveu

FONTE : http://zzaratustrauirapuru.blogspot.com/

"YES,NÓS TEMOS BANANAS" -BRAGUINHA , "O BANANAL" DE LASAR SEGAL E "GENOMA BANANA BRASIL"

BANANAL DE LASAR SEGAL - 1927












Yes, nós temos bananas

Yes, nós temos bananas
Bananas pra dar e vender
Banana menina tem vitamina
Banana engorda e faz crescer

Vai para a França o café, pois é
Para o Japão o algodão, pois não
Pro mundo inteiro, homem ou mulher
Bananas para quem quiser

Mate para o Paraguai
Ouro do bolso da gente não sai
Somos da crise, se ela vier
Bananas para quem quiser

Braguinha-Alberto Ribeiro, 1937





Genoma Banana Brasil

O Global Musa Genomics Consortium (GMGC) foi instituído em julho de 2001 durante reunião realizada no National Scientific Foundation (NSF) em Arlington, Virginia - EUA. Este consórcio é coordenado e secretariado pelo PROMUSA (Programa Internacional para o Melhoramento de Musa), que é um programa do INIBAP (Rede Internacional para o Melhoramento de Banana e Plátano).

O GMGC tem como objetivo decifrar o genoma de Musa acuminata para garantir a sustentabilidade do cultivo da banana como alimento básico para população mundial. O entendimento da genética e do genoma deste gênero, permitirá a elaboração de novas estratégias de melhoramento genético e modificação genética.

O Brasil participa através da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Embrapa Cenargen) e da Universidade Católica de Brasília (UCB), e possui suporte financeiro da Embrapa, da UCB e do CNPq.
FONTE : http://genoma.embrapa.br/musa/index.html/

Cai a máscara do Sarney. E também a da "Folha"

Com a coluna desta 6ª feira de José Sarney na Folha de S. Paulo, intitulada O fim dos direitos individuais (ver aqui), caiu mais uma máscara que o jornal utilizava para conceder privilégios indevidos aos amigos do rei. É uma história que merece ser contada em detalhes.

Diante das evidências gritantes de que práticas ilicitas nas esferas executiva e legislativa tinham participação, acobertamento, consentimento ou omissão de José Sarney, leitores da Folha vinham manifestando, há várias semanas, sua indignação por ele manter um espaço fixo como colunista.

Um desses leitores foi meu companheiro de lutas na defesa dos direitos humanos, o promotor Jorge Marum. Associei-me à sua manifestação de repúdio, estendendo-a a Delfim Netto que, como signatário do AI-5, deu sinal verde não só para todos os genocídios e atrocidades perpetrados pela ditadura militar a partir de dezembro/1968, como também para a censura e intimidação da imprensa. Que memória curta tem a Folha!

Na verdade, não são apenas os dois que jamais deveriam ter espaços fixos como colunistas em veículo nenhum da mídia. Mesmo no caso de uma ave de outra plumagem, como Fernando Gabeira, há um óbvio conflito entre o papel de deputado envolvido nas lutas políticas e o de comentarista que opina sobre elas.

Direta ou indiretamente, poderá sempre estar advogando em causa própria. Então, o justo é que o faça nos espaços noticiosos, como parte do tiroteio político. Não num espaço opinativo, que teoricamente deveria ser reservado para analistas, tanto quanto possível, equidistantes e neutros.

Ou seja, concede-se a um ator político um espaço cativo no jornal, mas não se dá o mesmo direito aos demais atores políticos que possam sentir-se prejudicados por seus textos. Para um, visibilidade e prestígio. Para os que queiram constestá-lo, a seção de leitores, que Paulo Francis apropriadamente chamava de muro das lamentações.

DEMOCRATIZAÇÃO ABORTADA

O ombudsman da Folha, Carlos Eduardo Lins da Silva, sabe muito bem quais são as boas práticas jornalísticas e quais as que as infringem. Então, agiu certo, tanto quanto nos casos da ditabranda, da ficha policial falsa de Dilma Rousseff e da manchete alarmista sobre a gripe suína: comunicou suas críticas à redação.

Infelizmente, os leitores há muito deixaram de ser representados no jornal, que só mantém a seção do ombudsman para não passar recibo de que sua arrogância olímpica é incompatível com os limites que jornais mais sérios impõem a si próprios.

Criou tal seção, apresentou-a como um grande avanço na democratização dos meios de comunicação, depois arrependeu-se do que havia feito e a esvaziou, mantendo-a apenas como fachada.

Então, de nada adianta Carlos Eduardo estar sempre com a posição correta, salvo em benefício de sua biografia como profissional de dignidade exemplar. Mas, a única obrigação da redação da Folha tem sido a de escutar pacientemente suas ponderações; depois, age como bem entende.

Uma maneira evasiva de mascarar a contradição entre o papel de senador e o de colunista na imprensa vinha sendo a escolha, por Sarney, de temas distantes de suas preocupações e atribuições como presidente do Senado.

Assim, nas últimas semanas, com a cabeça permanentemente a prêmio, ele escreveu sobre a afirmação econômica da China, a disputa de mercado Windows/Google e o acordo nuclear EUA/Rússia, além de prestar homenagem ao falecido professor José Aristodemo Pinotti.

Tal comedimento foi para o espaço diante da evidência de que será mesmo expelido da presidência do Senado, agora que perdeu seu último sustentáculo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Aliás, ao desembarcar da canoa furada, Lula cometeu mais uma frase extremamente infeliz:
"Não é problema meu. Não votei no Sarney para ser presidente do Senado nem votei para ele ser senador no Maranhão [na verdade, Amapá]".
Depois de empenhar todo seu prestígio para tentar evitar a degola de Sarney, retardando inutilmente a única solução cabível, Lula agora dá de ombros, como se não tivesse feito uma opção desastrosa e eticamente inaceitável.

Tanto quanto no recente episódio em que andou aos sorrisos e abraços com Fernando Collor, deveria pedir humildes desculpas a quem acreditou em suas promessas e o ajudou a chegar onde ele está. Pois, não foi para isto que os militantes deram sangue, suor e lágrimas nos tempos difíceis.

DE FLEUMÁTICO A DESTRAMBELHADO

Quanto a Sarney, perdeu até a pose, usando o espaço que a Folha lhe concede para um desabafo irado:
"Hoje, com a sociedade de comunicação, os princípios da guerra aplicados à política são mais devastadores do que a guilhotina da praça da Concorde. O adversário deve ser morto pela tortura moral disseminada numa máquina de repetição e propagação, qualquer que seja o método do vale-tudo, desde o insulto, a calúnia, até a invenção falsificada de provas.

"Como julgar uma democracia em que não se tem lei de responsabilidade da mídia nem direito de resposta, diante desse tsunami avassalador da internet e enquanto a Justiça anda a passos de cágado? Como ficam os direitos individuais, a proteção à privacidade, o respeito pela pessoa humana?"
Para quem sempre recebeu tratamento diferenciado da imprensa, é de um ridículo atroz vir agora se queixar de que seu direito de resposta não foi respeitado. Bastaria Sarney ter convocado uma coletiva e todos os espaços se-lhe abririam, caso tivesse alguma resposta consistente a dar. Mas, não tinha. Só enrolava e despencou como uma fruta podre.

Já a internet só parece um "tsunami avassalador" para quem acostumou-se à conivência da imprensa burguesa diante dos maiores descalabros, como o cometido por alguém que falseia domicílio eleitoral para eleger-se senador a despeito de estar sendo merecidamente repudiado pelo seu Estado de origem.

Finalmente, cabem duas indagações à Folha de S. Paulo:
  1. considera que o jus esperneandi de Sarney é uma opinião relevante para os leitores que compram o jornal?
  2. caso contrário, que motivo ainda falta para que sua coluna seja extinta?
CELSO LUNGARETTI
FONTE : http://naufrago-da-utopia.blogspot.com/

quinta-feira, 30 de julho de 2009

COSMOS

Assim, como muitos,
eu pensava que as estrelas,
não soubessem de mim
E que ao lado dos outros astros,
só existiam,
para dar sentido ao desconhecido
Foi quando Carl,
nos contou sobre o universo
e sua leis
Estas mesmas leis
que regem desde o mais frio e longínquo
corpo celeste,
até a mais viva e úmida,
flôr do jardim
E assim então, ele nos apresentou,
a nós mesmos;
e nos revelou,
principalmente,
que o infinito,
também começa por nós ...

Marcelo Roque






"Carl Edward Sagan (1934-1996), biólogo e astrônomo
Foi um dos maiores cientistas do século XX. Na NASA,
chefiou importantes projetos, como o das sondas Viking
e Mariner, pioneiras na exploração do sistema solar
Trabalhou com os astronautas da missão Apollo, antes
de suas viagens à Lua
Escreveu vários livros de sucesso, dentre eles, "Cosmos",
que através de uma linguagem simples e objetiva, conseguiu
despertar em um público leigo, o interesse pela ciência
Seus feitos como cientista, foram muitos, e relevantes,
porém, talvés a sua maior contribuição para a ciência, foi
o fato de tê-la popularizado, de um modo, até então, inédito
Por este fato, ele é considerado por muitos, como o maior
divulgador científico de todos os tempos"

"Big Bang a 10 de Setembro de 2008" (BIG BANG E INTERNET)

A maior máquina jamais construída pelo homem vai começar a funcionar
De que são feitas as coisas? De onde vem e para onde vai o Universo? Está previsto para breve - mais concretamente para o próximo dia 10 de Setembro - um regresso ao Big Bang, que ajudará a responder a estas magnas questões. O acontecimento vai ter lugar no Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (CERN), perto de Zurique, na fronteira entre a Suíça e a França. A maior máquina jamais construída pelo homem vai, ao fim de mais de uma década de trabalho e de um avultado investimento, começar a funcionar, produzindo colisões de partículas a enormes velocidades, o que, de certa forma, vai recriar, só naquele sítio e só por breves instantes, o ambiente que o Cosmos viveu na sua infância.
Os jornais, as rádios e as televisões de todo o mundo vão estar presentes, até porque foram dezenas os países, entre os quais Portugal, que contribuíram para o gigantesco empreendimento científico e tecnológico. Vai aparecer nos ecrãs o Large Hadron Rap, que já está, aliás, disponível no YouTube: "Vinte e sete quilómetros de túnel subterrâneo,/ onde os protões têm um choque instantâneo./ Um grande círculo entre a Suíça e a França,/ onde, com sessenta nações, a ciência avança" (tradução livre para rimar em português).
Chama-se Large Hadron Rap porque a máquina que acelera as partículas é o Large Hadron Collider, LHC, em português Grande Colisionador de Hadrões. O que são hadrões? Partículas nucleares, que incluem os protões e os neutrões, ambos formados por três quarks, partículas que, tanto quanto sabemos, são blocos básicos que constituem a matéria. Toda a matéria é feita de quarks, electrões e neutrinos, os quarks no núcleo atómico, os electrões em volta e os neutrinos vadios por todo o lado. Os protões, ao baterem uns contra os outros no LHC, depois de andarem à roda no túnel, libertarão uma prodigiosa energia, que, em obediência à mais conhecida fórmula de Einstein, se transformará em matéria e antimatéria. Haverá um fogo-de-artifício das mais variadas partículas que poderosos detectores irão identificar.
A ideia inicial era apenas encontrar a partícula de Higgs, uma partícula que a teoria prevê, mas que a experiência ainda não revelou (a designação vem do nome do físico britânico que a profetizou), e cuja importância deriva do facto de ser responsável pela massa de outras partículas. Mas do LHC espera-se agora mais do que isso, muito mais. Entretanto adensou-se o mistério da "matéria negra", matéria que preenche as galáxias exercendo força gravítica, mas sem emitir luz. Talvez as partículas que a formam venham a ser descobertas no LHC. E surgiu um outro enigma, o da "energia escura", uma forma de energia responsável pela expansão acelerada do Universo, medida nos tempos mais recentes. É uma espécie de antigravidade, para a qual não há ainda uma explicação razoável.
O modelo hoje aceite em Física de Partículas, mesmo aparecendo o tal Higgs, parece insatisfatório. É bonito, mas, para muitos, não é suficientemente bonito. É simples, mas não é suficientemente simples. Os físicos sabem que só o belo e o simples podem ser verdadeiros. Várias teorias, algumas das quais supõem outras dimensões para o Universo além das quatro que conhecemos, competem umas com as outras e o LHC pode decidir quem ganha (o Rap explica isto tudo!). Ou pode vir a ganhar uma outra que esteja para vir. Poderá haver um Big Bang na Física. Um físico resumiu a situação dizendo: "Estamos à espera do inesperado."
Trata-se de ciência pura e dura. Mas as aplicações costumam vir de onde menos se espera. Há bons exemplos disso no próprio CERN, pois foi aí que, no início da década de 90, foi inventada a World Wide Web. Os físicos, que só queriam partilhar entre si os dados das suas experiências, acabaram por dar ao mundo uma ferramenta nova (que é também um brinquedo). Agora, para tratar os dados do LHC, vão utilizar a Grid, uma rede mundial de computadores em paralelo que aumenta muito o poder de cálculo. Talvez um dia não possamos viver sem a Grid tal como hoje já não podemos passar sem a Web... Professor universitário

FONTE: PÚBLICO

Esta experiência poderá causar buracos negros e alterar o clima ou tornar o magnetismo da terra inconstante... originando a queda da vida no planeta... no entanto os cientistas proferem que será seguro.
FONTE: Nova Gente

FONTE: http://www.eurogamer.pt/forum_thread_posts.php?thread_id=122691

Large Hadron Rap

COMO SE PROCESSA O ESTADO?

SE O ESTADO NÂO CUMPRE A CONSTITUIÇÂO!!!
SE DIREITOS PREVISTOS NA CONSTITUIÇÃO FORAM PARA O ESPAÇO!!
COMO TER BOA EDUCAÇÃO PARA TODOS,E "GRATUITA",
COMO PODER VER CRIANÇAS SADIAS,BEM EDUCADAS,COM PROFESSORES BEM
REMUNERADOS,MOTIVADOS,ALÉM DE HOSPITAIS DIGNOS PARA TODOS,
SEM PRECISAR PAGAR PLANOS MÉDICOS.
ENFIM, ONDE ESTÃO NOSSOS DIREITOS?
SE HÁ UMA CONSTITUIÇÃO,(como um contrato com cláusulas,
que o contratante se compromete a cumprir e não cumpre!)
PODEMOS E DEVEMOS, E JÁ PASSOU DA HORA DE MILHÕES DE PROCESSOS
SEREM ABERTOS PARA QUE O ESTADO CUMPRA O CONTRATO)

MAS COMO SE PROCESSA O ESTADO? SE CADA SINDICATO ,
ENTRASSE COM UM PROCESSO,QUEM SABE...

O DIREITO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988

1 – o direito à vida e à saúde

§ 1º. O Estado promoverá programas de assistência integral à saúde da criança e do adolescente, admitida a participação de entidades não governamentais e obedecendo os seguintes preceitos:

I - aplicação de percentual dos recursos públicos destinados à saúde na assistência materno-infantil;

II - criação de programas de prevenção e atendimento especializado para os portadores de deficiência física, sensorial ou mental, bem como de integração social do adolescente portador de deficiência, mediante o treinamento para o trabalho e a convivência, e a facilitação do acesso aos bens e serviços coletivos, com a eliminação de preconceitos e obstáculos arquitetônicos.

§ 2º. A lei disporá sobre normas de construção dos logradouros e dos edifícios de uso público e de fabricação de veículos de transporte coletivo, a fim de garantir acesso adequado às pessoas portadoras de deficiência.

2- o direito à proteção especial

§ 3º. O direito à proteção especial abrangerá os seguintes aspectos:

I - idade mínima de quatorze anos para admissão ao trabalho, observado o disposto no artigo 7º, XXXIII;

II - garantia de direitos previdenciários e trabalhistas;

III - garantia de acesso do trabalhador adolescente à escola;

IV - garantia de pleno e formal conhecimento da atribuição de ato infracional, igualdade na relação processual e defesa técnica por profissional habilitado, segundo dispuser a legislação tutelar específica;

V - obediência aos princípios de brevidade, excepcionalidade e respeito à condição peculiar de pessoa em desenvolvimento, quando da aplicação de qualquer medida privativa da liberdade;

VI - estímulo do Poder Público, através de assistência jurídica, incentivos fiscais e subsídios, nos termos da lei, ao acolhimento, sob a forma de guarda, de criança ou adolescente órfão ou abandonado;

VII - programas de prevenção e atendimento especializado à criança e ao adolescente dependente de entorpecentes e drogas afins.

3- o direito de proteção contra a violação dos direitos

§ 4º. A lei punirá severamente o abuso, a violência e a exploração sexual da criança e do adolescente.

4- os direitos civis

§ 5º. A adoção será assistida pelo Poder Público, na forma da lei, que estabelecerá casos e condições de sua efetivação por parte de estrangeiros.

§ 6º. Os filhos, havidos ou não da relação do casamento, ou por adoção, terão os mesmos direitos e qualificações, proibidas quaisquer designações discriminatórias relativas à filiação.(...)

LEIA MAIS EM :

FONTE : http://www.mp.ma.gov.br/site/centrosapoio/infJuventude/doutDireitoCriancaAdol.doc

quarta-feira, 29 de julho de 2009

ALESSANDRO VILLAR,FÍSICO BRASILEIRO DESENVOLVE TESE NA ÁREA DE ÓTICA QUÂNTICA

Instituto Paulo Gontijo e Capes entregam I Prêmio PG Capes de física

Descoberta vencedora pode se destinar, no futuro, à elevação da segurança na comunicação entre pessoas, como em transações bancárias

BRASÍLIA [ ABN NEWS ] - O Instituto Paulo Gontijo – em parceria com a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) – promove nesta quarta-feira (22/07), a entrega do I Prêmio PG Capes de Física. A iniciativa que objetiva valorizar a melhor tese de doutorado aprovada nos cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação, concederá o valor de R$ 15 mil ao doutorando Alessandro de Souza Villar por sua pesquisa intitulada “Emaranhamento Multicolor entre Feixes Intensos de Luz”.

Desenvolvida na área de ótica quântica, a tese baseia-se na produção de dois feixes de luz, por meio de um oscilador paramétrico ótico (OPO), a partir de um feixe de laser incidente. “Mostramos, pela primeira vez, que os dois feixes criados estão emaranhados, ou seja, suas intensidades são iguais e suas fases são opostas, apesar de indefinidas individualmente”, explica o autor do estudo, Alessandro Villar.

O estudo ainda prova a previsão teórica “de que não apenas os dois feixes produzidos pelo OPO estariam emaranhados, mas que o emaranhamento se estenderia ao feixe utilizado originalmente para bombear o sistema”.

Segundo Villar, essas descobertas podem se destinar, no futuro, à elevação da segurança na comunicação entre pessoas (como em transações bancárias) e no aumento da velocidade da resolução de problemas computacionais (como a fatoração de números, atualmente, empregada em criptografia), no chamado computador quântico.(...)


LEIA MAIS EM : http://www.abn.com.br/editorias1.php?id=50909

Florestan Fernandes - FRASES

Florestan Fernandes (nasceu dia 22 de julho de 1920, em São Paulo, Brasil - morreu dia 10 de agosto de 1995, em São Paulo, Brasil). Sociólogo.

* "É muito complicada a vida de um intelectual na sociedade de consumo de massa".

- Em entrevista à Folha de São Paulo, em julho de 1977

* "Afirmo que iniciei a minha aprendizagem sociológica aos seis anos, quando precisei ganhar a vida como se fosse um adulto e penetrei, pelas vias da experiência concreta, no conhecimento do que é a convivência humana e a sociedade"

- Ciências Sociais: na ótica do intelectual militante; Estudos Avançados; Print ISSN 0103-4014; Estud. av. vol.8 no.22 São Paulo Sept./Dec. 1994; doi: 10.1590/S0103-40141994000300011; [1]

* "Em nossa época, o cientista precisa tomar consciência da utilidade social e do destino prático reservado a suas descobertas"


- Fonte: Nova Escola

* "Um povo educado não aceitaria as condições de miséria e desemprego como as que temos"

- Fonte: Nova Escola, 1991

FONTE: http://pt.wikiquote.org/wiki/Florestan_Fernandes

Parlapatões - O Papa e A Bruxa - de Dario Fo, estréia dia 07 de agosto no Espaço Parlapatões - São Paulo



FONTE : http://parlapablog.blogspot.com/

O quasar: monstro energético ou grande desconhecido?




































































Os quasares foram descobertos em 1960, de uma forma bastante interessante. Eles se mostraram aos seres humanos pela primeira vez como fontes de ondas de rádio! Ao serem localizadas no céu, estas fontes se apresentaram com a aparência de uma estrela azulada! Mas não são estrelas, apenas têm a aparência peculiar de uma estrela, ou seja, um ponto luminoso. Destas características originou-se o seu nome. A palavra "quasar" é um acrônimo referente à expressão em inglês "quasi-stellar radio source", ou, "fonte de rádio quase-estelar".

Muitas galáxias emitem ondas de rádio. As ondas de rádio são ondas eletromagnéticas, como a luz visível, mas com comprimentos de onda da ordem de centímetros ou metros. Ora, no final da década de 1950, os astrônomos já haviam observado muitas radiofontes, utilizando os recém-inventados radiotelescópios. A emissão em rádio das galáxias estende-se muito além das fronteiras de sua luz visível, geralmente, na forma de dois enormes lobos de emissão situados em direções opostas relativamente ao centro das galáxias. Quanto menores estes lobos mais distante está a radiogaláxia. Acontece que haviam muitas radiofontes cujos lobos simplesmente não existiam! O radioastrônomo norte-americano Thomas Matthews selecionou dez destas radiofontes e determinou as suas posições no céu.(...)

POR : Domingos Sávio de Lima Soares - Colunista do Portal Uai

LEIA MAIS EM :

 http://wwo.uai.com.br/UAI/html/sessao_11/2008/08/29/em_noticia_interna,id_sessao=11&id_noticia=77486/em_noticia_interna.shtml


 O quasar: monstro energético ou grande desconhecido?

Os quasares foram descobertos em 1960, de uma forma bastante interessante. Eles se mostraram aos seres humanos pela primeira vez como fontes de ondas de rádio! Ao serem localizadas no céu, estas fontes se apresentaram com a aparência de uma estrela azulada! Mas não são estrelas, apenas têm a aparência peculiar de uma estrela, ou seja, um ponto luminoso. Destas características originou-se o seu nome. A palavra "quasar" é um acrônimo referente à expressão em inglês "quasi-stellar radio source", ou, "fonte de rádio quase-estelar".

Muitas galáxias emitem ondas de rádio. As ondas de rádio são ondas eletromagnéticas, como a luz visível, mas com comprimentos de onda da ordem de centímetros ou metros. Ora, no final da década de 1950, os astrônomos já haviam observado muitas radiofontes, utilizando os recém-inventados radiotelescópios. A emissão em rádio das galáxias estende-se muito além das fronteiras de sua luz visível, geralmente, na forma de dois enormes lobos de emissão situados em direções opostas relativamente ao centro das galáxias. Quanto menores estes lobos mais distante está a radiogaláxia. Acontece que haviam muitas radiofontes cujos lobos simplesmente não existiam! O radioastrônomo norte-americano Thomas Matthews selecionou dez destas radiofontes e determinou as suas posições no céu.

Jack O. Burns e David Clarke -- rádio -- e National Optical Astronomy Observatories, Estados Unidos -- óptico


Radiogaláxia Centauro A, localizada na constelação de Centauro, onde está a estrela mais próxima de nós. Trata-se de uma galáxia bastante peculiar onde vê-se uma galáxia de disco, espiral, vista de perfil, sobreposta a uma galáxia elíptica, em cor branca na imagem. Provavelmente, a galáxia espiral "caiu" sobre a gigante elíptica e as duas estão em processo de fusão. Os enormes lobos de radioemissão estão representados em cor azul.

Vem em seguida o astrônomo, também norte-americano, Allan Sandage (1926-). Ele tomou para si a tarefa de localizar estas radiofontes, ou seja, a sua contrapartida visível no céu. Uma das fontes, selecionadas por Matthews, era denominada 3C 48, isto é, a quadragésima oitava radiofonte do terceiro catálogo do Rádio-observatório de Cambridge, na Inglaterra.

Sandage apontou o telescópio de 5 metros de diâmetro do Observatório do Monte Palomar para a posição da radiofonte, que está localizada na constelação do Triângulo. Ele então assinalou, na fotografia que obteve, a posição da radiofonte e, para sua surpresa, verificou que ela coincidia com uma fraquíssima estrela! Mas as estrelas não emitem ondas de rádio daquela grandeza. Seria esta uma nova categoria de radiofonte, uma radioestrela? O passo seguinte dado por Sandage foi obter um espectro da radiação visível emitida pela estranha "estrela". Um espectro de radiação é a distribuição da intensidade da radiação nos diversos comprimentos de onda. As estrelas possuem espectros de radiação visível bastante característicos, inconfundíveis. Mas o espectro daquele objeto mostrou-se completamente diferente de qualquer espectro estelar jamais observado! "Aquilo", definitivamente, não era uma estrela! O espectro de um objeto astronômico permite ao astrônomo identificar, entre outras coisas, os elementos químicos responsáveis pela radiação presente no espectro. E Sandage, astrônomo experiente, não conseguiu identificar nenhuma característica de qualquer elemento químico conhecido. Tratava-se certamente de um novo habitante do Cosmos! Descoberto porque emitia ondas de rádio, de origem até então desconhecida.


Para completar a descoberta, entra em cena um astrônomo holandês, radicado nos Estados Unidos: Maarten Schimdt. Ele estudou outro quasar da lista de Matthews, 3C 273, e descobriu algo extraordinário. AAnalisando o espectro visível de 3C 273, ele percebeu que se os comprimentos de onda da luz fossem deslocados por cerca de 16% para comprimentos de onda maiores, ele conseguia identificar a familiar radiação emitida pelo átomo de hidrogênio! Esta radiação aparecia no espectro na forma de linhas espectrais de emissão.

E mais, isto se encaixava como uma luva no modelo da cosmologia padrão, que afirma que o universo está em expansão. A expansão do espaço faz com que a radiação de objetos distantes tenha o seu comprimento de onda aumentado, proporcionalmente à distância em que o objeto se encontra. Este fato observacional fora descoberto por Edwin Hubble (1889-1953), no final da década de 1920. Mas para que houvesse um deslocamento de 16%, isto significaria que 3C 273 deveria estar a uma distância fabulosa de nós!

E esta idéia foi logo aplicada a 3C 48, e ele revelou-se mais dramático: se o espectro fosse deslocado de 37% em direção a comprimentos de ondas maiores, o espectro revelava cristalinamente as mesmas linhas do átomo de hidrogênio. Ele deveria, de acordo, com a cosmologia padrão estar ainda mais distante que 3C 273. Ainda, de acordo com a cosmologia padrão -- a cosmologia do Big Bang, ou Estrondão -- 3C 48 deve estar a mais de 5 bilhões de anos-luz e 3C 273 a aproximadamente 3 bilhões de anos-luz! A estas distâncias, eles devem ser verdadeiros "monstros energéticos", de forma a que os brilhos óptico e de ondas de rádio possam ser explicados. Os quasares mais brilhantes chegam a ter um brilho intrínseco de mais de 100.000 vezes o brilho de uma galáxia como a Via Láctea, se estiverem realmente a estas distâncias!

Com poderia ser gerada tamanha quantidade de energia nos quasares? Ainda não existe uma teoria completa firmemente estabelecida. A teoria que prevalece envolve a existência de outro objeto estranho: um buraco negro. A idéia geral, investigada pelos astronômos, é a de que exista um buraco negro no centro dos quasares que "engole" a matéria vizinha. Os processos de interação mútua deste material em queda, a velocidades próximas da velocidade da luz, é que geram a radiação observada dos quasares, os quais emitem não só no visível e na faixa de rádio mas também em raios X e em outros comprimentos de onda. Em geral, os quasares estão localizados no centro de uma galáxia hospedeira. Como eles estão tão distantes, e o seu brilho é tão grande, as galáxias hospedeiras não são claramente detectadas nas observações. Neste cenário, os quasares estão provavelmente ligados aos processos de formação das galáxias que vemos no universo próximo de nós.

A propósito, os quasares são uma pequena parte de uma grande família de objetos cósmicos denominados QSOs. QSO é a sigla em inglês para "quasi-stellar object". Existem mais de 10.000 QSOs catalogados, dos quais cerca de 10% emitem em radiofrequência, ou seja, são quasares.

Como a cosmologia padrão ainda não está definitivamente comprovada, existem astrônomos -- uma minoria, na verdade -- que propõe uma explicação alternativa para as características dos espectros dos quasares. Por exemplo, o astrônomo norte-americano Halton Arp (1927-) investigou a distribuição dos QSOs localizados nas vizinhanças de galáxias próximas de nós, e apresentou a hipótese de que estes objetos são, na verdade, corpos ejetados a altíssimas velocidades dos centros das galáxias. Os espectros dos quasares seriam explicados por estas velocidades e por características intrínsecas aos mesmos ainda não completamente entendidas. Como se vê, a pesquisa de QSOs, em geral, e dos quasares, em particular, ainda promete muitas novidades para todos nós!

O autor agradece o apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).


*postagem atualizada 
em 07 06 2016

Cientistas criam estado completamente novo de matéria
















Cientistas alemães especializados em lasers criaram um estado de matéria completamente novo, transformando alumínio em algo "que ninguém jamais viu", um exótico material transparente à radiação ultravioleta.

De acordo com o professor Justin Wark, do departamento de física da Universidade de Oxford, a descoberta é "quase tão surpreendente quanto descobrir que é possível transformar chumbo em ouro com a luz!". Eles alcançaram este milagre ao derrubar "um elétron-chave de cada átomo do alumínio", mas sem desfazer a estrutura metálica com o bombardeio a laser.

Wark afirma que isso os ajudará a raciocinar sobre a criação de estrelas em miniatura com implosões de laser de alto poder, algo que "poderá um dia permitir a exploração do poder da fusão nuclear aqui na Terra". Ou destruir a todos nós.

FONTE :http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI3898112-EI8147,00-Cientistas+criam+estado+completamente+novo+de+materia.html

NÓS


os nós custam muito tempo até sumirem
o cerne...o suporte
os anéis... camadas,cascas que vão surgindo
e sendo ultrapassadas,fortalecendo o tronco!
constroem a árvore!
só depois de cortada,morta,
os segredos da árvore no corte de topo,
gritam...confesso que vivi...
e o que vivi...viveria muito mais!


Nadia Stabile - 29/07/09

































































(...)NÓS - Os nós são porções de ramos incluídos no tronco da planta ou ramo principal. Os ramos originam-se, em regra, a partir do eixo central do caule de uma planta (a medula) e, enquanto vivos, tal como o tronco, aumentam em tamanho com a adição anual de camadas lenhosas. A porção incluída é irregularmente cónica, com a ponta na medula. A direcção das fibras forma ângulos rectos ou oblíquos a grã do caule, produzindo um cruzamento de grãs.

Durante o desenvolvimento da árvore, a maioria dos ramos, especialmente os mais baixos, morrem, mas continuam presos à árvore por algum tempo, muitas vezes por anos. As camadas de crescimento posteriores deixam de ser incluídas no ramo (agora morto), mas são depositados ao redor dele. Assim os troços de inserção dos ramos mortos dão origem aos nós, que são apenas o conteúdo de um furo preenchido com material oriundo do troço do ramo incluído, e podem soltar-se facilmente quando a madeira é serrada ou seca. Para os diferentes fins de uso da madeira, os nós são classificados de acordo com a forma, tamanho, sanidade e firmeza com que estão presos ao caule.(...)

(...) CERNE - O cerne (palavra que tem a mesma origem etimológica que núcleo) é a designação dada à parte do xilema do tronco que já não participa activamente na condução de água, assumindo uma função essencialmente de suporte mecânico da estrutura da planta. A distinção entre cerne e alburno (a parte vascularmente activa do xilema) é clara na maior parte das espécies, já que em corte os troncos apresentam uma porção mais escura de madeira no centro e uma porção mais clara na parte externa. A primeira corresponde ao cerne e a segunda ao alburno. Contudo, nem sempre esta diferença é facilmente percebida, pois a mudança de cor pode ser gradual e pouco marcada.

O cerne é constituído por células mortas, formando uma estrutura mais ou menos enrijecida de suporte, em torno da qual o alburno se vai progressivamente formando. À medida que as células do alburno decaem e morrem, vão sendo incorporadas no cerne, o qual vai assim crescendo radialmente, acompanhado a expansão do xilema.(...)

LEIA MAIS EM :http://pt.wikipedia.org/wiki/Madeira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...