terça-feira, 12 de junho de 2018

KATAWIXI - A mão dançarina do olhar escuro nos desenhos de Carlós




A mão dançarina do olhar escuro nos desenhos de Carlós

May 19, 2018
| 


https://www.katawixi.com/single-post/2018/05/19/A-m%C3%A3o-dan%C3%A7arina-do-olhar-escuro-nos-desenhos-de-Carl%C3%B3s

 O olhar de Carlós é alimentado desde sempre pelo pensamento crítico sobre o mundo, a sociedade, a política: “em casa era um crime não ser gauche”, diz, em meio a uma conversa sobre as dificuldades das ideias de liberdade, democracia e participação política nos tempos atuais: “a estrutura de manutenção de poder é tão complexa que confunde as posições na vida cotidiana”, desabafa, revelando que se interessa por midiativismo e por todas as questões associadas ao problema do atraso social: machismo, escravagismo, destruição ecológica etc…

Seus desenhos expressam essa liberdade inerente do ser-artista, reivindicada pela   movimentação do gesto a partir de um horizonte escuro, indeterminado  quanto aos seus objetivos porém reivindicando sua identidade libertária, tudo simbolizado pela potencialidade de revelação de um negro nanquim.




Ele diz que seus traços vão mais pelos caminhos do desmascaramento da forma do que pela pretensão de refletir ou construir alguma coisa bem definida. “A palavra, o desenho, não dão conta da existência”. Seu olhar é um trânsito no escuro: “a ideia de consciência é uma sombra”, declara.(...) leia na íntegra em :
https://www.katawixi.com/single-post/2018/05/19/A-m%C3%A3o-dan%C3%A7arina-do-olhar-escuro-nos-desenhos-de-Carl%C3%B3s


INÍCIO 

Arte digital - Nadia Gal Stabile - junho 2018









Crise na Petrobras foi inventada para justificar venda de ativos, diz Oliveira - dezembro 2017


 
http://www.aepet.org.br/w3/index.php/artigos/noticias-em-destaque/item/1164-crise-na-petrobras-foi-inventada-para-justificar-venda-de-ativos-diz-oliveira

Crise na Petrobras foi inventada para justificar venda de ativos, diz Oliveira
20 Dezembro Lido 56535 vezes
 
Após a descoberta do pré-sal, a empresa passou a ser o principal objeto da cobiça das grandes petroleiras

Muito se fala que a situação de caixa da Petrobrás está delicada, o que serve de argumento para que a estatal empreenda uma verdadeira liquidação de ativos, subsidiárias e participações em importantes projetos, numa espécie de privatização branca. Mas de acordo com o economista aposentado da própria estatal, Cláudio Oliveira, o cenário das finanças da Petrobrás não é nada catastrófico, como vem sendo alardeado nos últimos anos. “A mentira foi espalhada por todo o Brasil, conquistando a opinião pública, principalmente com o surgimento dos impairments, as Perdas geradas pela reavaliação do valor recuperável de ativos, lançados no balanço, causando elevados prejuízos contábeis. Não que a prática estivesse totalmente equivocada, mas levou muitos leigos a entender que realmente a empresa tinha problemas financeiros quando, na realidade, são ajustes contábeis que não afetam o caixa da companhia”, detalhou Oliveira.
O economista explicou que a Petrobrás é uma empresa com grande capacidade de geração operacional de caixa acima dos US$ 25 bilhões, nos últimos cinco anos. “Só por estes números é possível afiançar que a Petrobrás, que tem uma dívida liquida inferior a US$ 100 bilhões, não tem problemas na sua administração e portanto não existe necessidade de se desfazer de ativos”, acrescentou.

Como o senhor avalia a estratégia de desinvestimentos da Petrobrás?
Para entender melhor, é preciso voltar um pouco no tempo. Na última Assembleia Geral de Acionistas (AGE) da Petrobrás, realizada nesta última sexta-feira (15), a Associação dos Engenheiros da Petrobrás (AEPET), na qualidade de acionista minoritário, e exercendo seu direito de fiscalização, se posicionou totalmente contrária ao atual plano de desinvestimentos. Lembrou que quando Pedro Parente era presidente do Conselho de Administração da Petrobrás (1999/2003), foram tomadas diversas decisões contrárias aos interesses da companhia, como a venda de 36% das ações da empresa na Bolsa de Nova Iorque a preço vil, e iniciado um processo de privatização da empresa, que quase teve o seu nome mudado para Petrobrax. Em seu voto, a AEPET denuncia que o atual plano de desinvestimentos já causou perdas de R$ 200 bilhões à Petrobrás.

O fato é que, após a descoberta do pré-sal, a empresa passou a ser o principal objeto da cobiça das grandes petroleiras mundiais, que se encontram em situação de penúria, com acentuada queda de suas reservas e receitas. Para se manter equilibrada na bolsa de valores, a Chevron, que em 2016 apresentou um prejuízo de US$ 500 milhões, efetuou distribuição de dividendos de US$ 4 bilhões. A Exxon, maior petroleira mundial, apresentou um lucro de US$ 7 bilhões, mas fez uma distribuição de US$ 12 bilhões em dividendos. Pasmem, estas empresas estão pegando empréstimos para pagar dividendos. É um suicídio financeiro. Esta situação das grandes petroleiras é o pano de fundo de tudo que ocorre hoje na Petrobrás. Para elas, o pré-sal brasileiro é a tábua de salvação. A única esperança visível.

Algumas revelações mostraram a forte interferência. O jornalista Glen Greenwald noticiou a negociação do governo Temer para entrega do pré-sal e da Petrobrás para o cartel multinacional. Tivemos as conversas de Serra com a Chevron detalhadas pela Wikileaks. Mais recentemente, vimos a revelação do jornal britânico “The Guardian” sobre o lobby montado pela Shell, dentro do governo brasileiro, para a elaboração de leis absurdamente favoráveis ao cartel. O lobby gerou a MP 795/2017, uma renúncia fiscal de R$ 40 bilhões por ano ou R$ 1 trilhão em 25 anos, além da liberação do conteúdo local, transferindo empregos e renda que seriam criados no Brasil para o exterior.

No Brasil, estas grandes petroleiras ganharam também o apoio de importante parte da mídia, que há vários anos trabalha para desmoralizar a Petrobrás e o pré-sal. Em 2008, Carlos Alberto Sardenberg em artigo dizia: “O pré-sal só existe na propaganda do governo”, esclarecendo que em diversas partes do mundo este tipo de área havia sido pesquisado sem sucesso. Em 2009, Miriam Leitão reconheceu “O pré-sal existe mas a Petrobrás não tem tecnologia para retirar petróleo nestas profundidades”, e concluía dizendo que a Petrobrás precisaria de apoio tecnológico de outras petroleiras. A Petrobrás desenvolveu suas tecnologias sem apoio externo e mostrou ser possível extrair petróleo no pré-sal.

Augusto Boal - Teatro do Oprimido e educação – Entrevista com Bárbara Santos


https://www.youtube.com/watch?v=HKAAy33tYP4



Publicado em 13 de fev de 2017

Bárbara Santos fala sobre o Teatro do Oprimido e sua relação com a educação durante sessão de lançamento de seu livro “Teatro do Oprimido - Raízes e Asas: uma teoria da práxis”. Entrevista realizada em 18 de novembro de 2016, na Faculdade de Educação da Unicamp.

Bárbara trabalhou duas décadas com Augusto Boal como coordenadora do Centro de Teatro do Oprimido na concepção e desenvolvimento do Teatro-Legislativo e da Estética do Oprimido. Vive na Alemanha desde 2009, onde é diretora artística do espaço Kuringa, em Berlim, voltado à pesquisa, formação e multiplicação do Teatro do Oprimido. Também é difusora do Teatro das Oprimidas, inovadora experiência estética sobre opressões enfrentadas por pessoas socializadas como mulheres, e diretora artística da Rede Ma(g)dalena Internacional.
 

Trilha Aitech, de Kevin MacLeod, está licenciada sob uma licença Creative Commons Attribution (https://creativecommons.org/licenses/...)
Origem: http://incompetech.com/music/royalty-...
Artista: http://incompetech.com/


https://www.facebook.com/augustoboalteatrodooprimido/


INÍCIO 

Augusto Boal


https://www.youtube.com/watch?v=c-LE9kXutRw



Publicado em 30 de abr de 2012

Compilação do acervo áudio-visual do Instituto Augusto Boal

https://www.facebook.com/augustoboalteatrodooprimido/

INÍCIO 

"VIVEREI" - Ana Cañas (Clipe Oficial) - em homenagem ao amigo Lula



https://www.youtube.com/watch?time_continue=82&v=CR21q8ZXb1U

https://www.facebook.com/osoldadinhodechumbo/videos/1760959737298006/

Em homenagem ao amigo Lula, Ana Cañas lança “Viverei”; veja o clipe

21 de maio de 2018 às 04h01https://www.viomundo.com.br/voce-escreve/em-homenagem-ao-amigo-lula-ana-canas-lanca-a-musica-viverei-veja-o-clipe.html



INÍCIO 

ANALFABETO POLÍTICO - Roberto Requião - outubro 2017


https://www.youtube.com/watch?v=QmxwhR2BXsA




INÍCIO 

sexta-feira, 8 de junho de 2018

FOLKLORE EXTREMEÑO 2 (popurrí)


https://www.youtube.com/watch?time_continue=242&v=5dtmTWT1ThE


Publicado em 20 de abr de 2013
Cuando se hace referencia al folclore extremeño, no se puede por menos que destacar la figura más representativa que con su tesón y esfuerzo ha contribuido al mantenimiento de nuestra música popular recopilando y difundiendo la riqueza del folclore. Así podemos citar a Manuel García Matos (1912-1974), de Plasencia que obtuvo el Premio Nacional de Folclore en 1946; a Bonifacio Gil García (1898-1964) que a pesar de no ser extremeño de nacimiento contribuyó enormemente a la recopilación de nuestras danzas con su Cancionero Popular de Extremadura. También tenemos en Cáceres a Angelita Capdevielle (1890-1972). (Datos extraídos del libro Extremadura - Editorial Everest - ISBN: 84-241-9614-7)



INÍCIO 

Tacla taca fogo na Lava Jato


https://www.youtube.com/watch?v=HWYMn0c6HZw




INÍCIO 

Tecnologia - drone guarda-chuva, Microsoft afunda computadores no fundo do mar, etc



https://hypescience.com/esse-e-o-uso-perfeito-para-drones-guarda-chuvas-voadores/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+feedburner%2Fxgpv+%28HypeScience%29




https://www.designboom.com/technology/plantbox-agwart-samsung-06-06-2018/?utm_source=designboom+daily&utm_medium=email&utm_campaign=plantbox+by+agwart


https://www.designboom.com/technology/carlo-ratti-associati-makr-shakr-nino-mass-market-robotic-bartender-06-06-2018/?utm_source=designboom+daily&utm_medium=email&utm_campaign=carlo+ratti+associati

https://hypescience.com/data-center-subaquatico-da-microsoft-comeca-a-operar-no-litoral-da-escocia/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+feedburner%2Fxgpv+%28HypeScience%29

INÍCIO 

Osvalinda e Daniel: Lideranças ameaçadas no Pará





https://www.xapuri.info/amazonia-agenda/osvalinda-daniel-liderancas-ameacadas/

INÍCIO 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...