terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

[NocauteTV] O capitalismo não é pessoal. Por Ana Roxo



https://www.youtube.com/watch?v=pRCmHDyA_8o
 
 

Publicado em 21 de fev de 2017

O capitalismo não é uma questão pessoal. Parem de propor saídas
individuais pro capitalismo porque não resolve nada. Porque as soluções
individuais como trabalhar por conta própria, não te tira do sistema
explorador que é o capitalismo.


INÍCIO 

Monsanto: 25 doenças que podem ser causadas pelo agrotóxico glifosato

17/02/2015 00:00 - Copyleft

Monsanto: 25 doenças que podem ser causadas pelo agrotóxico glifosato

Cientistas descobriram que pessoas doentes tinham maiores níveis de glifosato em seu corpo do que as pessoas sadias. Conheça os resultados destas pesquisas



Alexis Baden-Mayer - Sin Permiso

http://cartamaior.com.br/?%2FEditoria%2FMeio-Ambiente%2FMonsanto-25-doencas-que-podem-ser-causadas-pelo-agrotoxico-glifosato%2F3%2F32891


A Monsanto investiu no herbicida glifosato e o levou ao mercado com o nome comercial de Roundup em 1974, após a proibição do DDT. Mas foi no final dos anos 1990 que o uso do Roundup se massificou graças a uma engenhosa estratégia de marketing da Monsanto. A estratégia? Sementes geneticamente modificadas para cultivos alimentares que podiam tolerar altas doses de Roundup. Com a introdução dessas sementes geneticamente modificadas, os agricultores podiam controlar facilmente as pragas em suas culturas de milho, soja, algodão, colza, beterraba açucareira, alfafa; cultivos que se desenvolviam bem enquanto as pragas em seu redor eram erradicadas pelo Roundup.


Ansiosa por vender seu emblemático herbicida, a Monsanto também incentivou os agricultores a usar o Roundup como agente dessecante, para secar seus cultivos e assim fazer a colheita mais rapidamente. De modo que o Roundup é usado rotineira e diretamente em grande quantidade de cultivos de organismos não modificados geneticamente, incluindo trigo, cevada, aveia, colza, linho, ervilha, lentilha, soja, feijão e beterraba açucareira.


Entre 1996 e 2011, o tão difundido uso de cultivos de Organismos Geneticamente Modificados (OGM) Roundup aumentou o uso de herbicidas nos Estados Unidos em 243 milhões de kg – ainda que a Monsanto tenha assegurado que os cultivos de OGM reduziriam o uso de pesticidas e herbicidas.



A Monsanto falsificou dados sobre a segurança do Roundup e o vendeu para departamentos municipais de parques e jardins e também a consumidores como sendo biodegradável e estando de acordo com o meio ambiente, promovendo seu uso em valetas, parques infantis, campos de golf, pátios de escola, gramados e jardins privados. Um tribunal francês sentenciou que esse marketing equivalia a publicidade enganosa.


Nos quase 20 anos de intensa exposição, os cientistas documentaram as consequências para a saúde do Roundup e do glifosato na nossa comida, na água que bebemos, no ar que respiramos e nos lugares em que nossas crianças brincam.


Descobriram que as pessoas doentes têm maiores níveis de glifosato em seu corpo do que as pessoas sadias.


Também encontraram os seguintes problemas de saúde que eles atribuem à exposição ao Roundup e/ou ao glifosato:


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

La Mayor entrevista hecha a Nikola Tesla


https://www.youtube.com/watch?v=y5f5aySUE-U

Publicado em 8 de mai de 2015
Entrevista que el científico Nikola Tesla concedió para la revista "Immortality" en su laboratorio en Colorado Springs.

Entrevista a NICOLA TESLA
Escrito por Editor VOPUS
Entrevista a NICOLA TESLA a la revista "Immortality"

http://teslaespanish.blogspot.com.es/

*ver transcrição em inglês: 

http://sarauxyz.blogspot.com.br/2017/02/a-entrevista-mais-extraordinaria-de.html?spref=fb#.WKtjan9l3PA


INÍCIO 

A entrevista mais extraordinária de Nikola Tesla, escondida por 116 anos!- The Nikola Tesla Interview hidden for 116 years!


The Nikola Tesla Interview hidden for 116 years!




In 1899 Tesla gave this interview which has rarely ever been published for over 100 years.
Update: it has recently come to light that this interview is most likely faked as The theory of relativity was not developed in 1899. Be your own judge. The awesome folks at Tesla Volunteer Army discovered this and altered us. AetherForce is a grass roots movement and we make mistakes, boy do we ever, but when we are wrong we own up and admit it. Working together we can get the truth out about Tesla. Any mistakes we make are mistakes of the mind, not the heart. Please spread the word.  Join us on Facebook.

In it Tesla’s pulls no punches and reveals the great conspiracy of science that was well under way, the suppress the ether and the introduce a new fake science to conceal it as well as suppress the work of Tesla Himself.




Once, in 1899, Nikola Tesla had an interview with a certain journalist John Smith, when Tesla said “Everything is the Light“. In one of its rays is the fate of nations, each nation has its own ray in that great light source, which we see as the Sun. In this interview this greatest inventor and seer of modern time unravels a new vision of humanity which we, the light warriors of the first and the last hour have created a century later. A must read for every Ascended Master from the PAT.
Part of this interview is dedicated to Tesla’s critics on Einstein’s theory of relativity that discards the ether as energy. I have proved in the new Theory of the Universal Law why Einstein’s theory of relativity is entirely wrong and why there is no vacuum (void), and that everything is energy. Thus I confirm Tesla’s ideas as expressed in this interview.
George, May 7, 2015
Journalist: Mr. Tesla, you have gained the glory of the man who got involved in the cosmic processes. Who are you, Mr. Tesla?
Tesla: It is a right question, Mr. Smith, and I will try to give you the right answer to it.
Journalist: Some say you’re from the country of Croatia, from the area called Lika, where together with the people are growing trees, rocks and starry sky. They say that your home village is named after the mountain flowers, and that the house, where you were born, is next to the forest and the church.
Tesla: Really, all it true. I’m proud of my Serbian origin and my Croatian homeland.
Journalist: Futurists say that the Twenty-and Twenty First Century was born in head of Nikola Tesla. They celebrate conversely magnetic field and sing hymns to Inductions engine. Their creator was called the hunter who caught the light in his net from the depths of the earth, and the warrior who captured fire from heaven. Father of alternating current will make the Physics and Chemistry dominate half the world. Industry will proclaim him as their supreme saint, a banker for the largest benefactors. In the laboratory of Nikola Tesla for the first time is broken atom.
There is created a weapon that causes the earthquake vibrations. There are discovered black cosmic rays. Five races will pray to him in the Temple of the future, because they had taught a great secret that Empedocles elements can be watered with the life forces from the ethers.
Tesla: Yes, these are some of my most important discoveries. I’m a defeated man. I have not accomplished the greatest thing I could.
Journalist: What is it, Mr. Tesla?
Tesla: I wanted to illuminate the whole earth. There is enough electricity to become a second sun. Light would appear around the equator, as a ring around Saturn.
Mankind is not ready for the great and good. In Colorado Springs I soaked the earth by electricity. Also we can water the other energies, such as positive mental energy. They are in the music of Bach or Mozart, or in the verses of great poets. In the Earth’s interior, there are energy of Joy, Peace and Love. Their expressions are a flower that grows from the Earth, the food we get out of her and everything that makes man’s homeland. I’ve spent years looking for the way that this energy could influence people. The beauty and the scent of roses can be used as a medicine and the sun rays as a food.
Life has an infinite number of forms, and the duty of scientists is to find them in every form of matter. Three things are essential in this. All that I do is a search for them. I know I will not find them, but I will not give up on them.
Journalist: What are these things?
Tesla: One issue is food. What a stellar or terrestrial energy to feed the hungry on Earth? With what wine watered all thirsty, so that they can cheer in their heart and understand that they are Gods?
Another thing is to destroy the power of evil and suffering in which man’s life passes! They sometimes occur as an epidemic in the depths of space. In this century, the disease had spread from Earth in the Universe.
The third thing is: Is there an excess Light in the Universe? I discovered a star that by all the astronomical and mathematical laws could disappear, and that nothing seems to be modified. This star is in this galaxy. Its light can occur in such density that fits into a sphere smaller than an apple, a heavier than our Solar System. Religions and philosophies teach that man can become the Christ, Buddha and Zoroaster. What I’m trying to prove is wilder, and almost unattainable. This is what to do in the Universe so every being is born as Christ, Buddha or Zoroaster.
I know that gravity is prone to everything you need to fly and my intention is not to make flying devices (aircraft or missiles), but teach individual to regain consciousness on his own wings … Further; I am trying to awake the energy contained in the air. There are the main sources of energy. What is considered as empty space is just a manifestation of matter that is not awakened.
No empty space on this planet, nor in the Universe.. In black holes, what astronomers talk about, are the most powerful sources of energy and life.

NIKOLA TESLA TECNOLOGIA EXTRATERRESTRE


 https://www.youtube.com/watch?v=XkThASm3QwI
 
 

Publicado em 8 de set de 2015

Entrevista: Boris Petrovic - Presidente do Instituto de Tecnologias Sustentáveis Nikola Tesla
Produção: Victor Volcov
http://www.tesla.org.br
https://www.facebook.com/NikolaTeslaI...

INÍCIO 

O Bloco Soviético inunda a Augusta de paródias contra o machismo, contra o golpe, a favor da revolução.

https://www.facebook.com/jornalistaslivres/videos/484767021647180/?pnref=story
Jornalistas Livres

BLOCO SOVIÉTICO
Pela liberdade do carnaval de rua paulistano. O Bloco Soviético inunda a Augusta de paródias contra o machismo, contra o golpe, a favor da revolução. 15 mil pessoas na paz e na tranquilidade. Fora Temer foi cantado por todo o percurso, da concentração à dispersão. E isso é só o começo.
Vídeo: Sato do Brasil, para os Jornalistas Livres


INÍCIO 

"OPERAÇÃO CAMANDUCAIA" - 1974 época da Ditadura Civil Militar Brasileira

*via página de Socialista Morena 18 de fevereiro às 23:12 · horrores da ditadura militar: em 1974, para "limpar" são paulo, a polícia pegou 93 meninos de rua, surrou e abandonou, nus, numa estrada em minas gerais. muito boa a reportagem do Rodrigo Vianna https://www.facebook.com/SocialistaMorena/videos/1344810755579424/


INÍCIO 

Josué de Castro - Cidadão do Mundo (1994)



https://www.youtube.com/watch?v=fQrwW1sjHyI
 
 

Publicado em 8 de jul de 2012
"Josué de Castro, Cidadão do Mundo", de Silvio Tendler.

O médico, geógrafo, sociólogo e político Josué de Castro, foi pioneiro no
combate à fome no Brasil e no mundo. Há 40 anos, apresentou proposta de
ações de incentivo à agricultura familiar e à criação dos restaurantes
populares. Foi presidente do Fundo para a Agricultura e Alimentação da
Organização das Nações Unidas (FAO/ONU) e indicado por duas vezes ao
Prêmio Nobel da Paz. Escreveu o livro Geografia da fome, publicado em
mais de 25 línguas.

Ficha técnica:

Título Original: Josué de Castro, Cidadão do Mundo
Sinopse: O filme retrata a vida e a obra do médico pernambucano Josué de Castro,
intelectual engajado em um dos maiores e eternos problemas da
humanidade: a fome. Autor de vários livros que discutem a fome como uma
questão política, Josué representou o Brasil em vários órgãos
internacionais, como a FAO, mas acabou sendo exilado pela ditadura
militar.

Gênero: Documentário
Direção: Silvio Tendler
Roteiro: Adolfo Lachtermacher, Josué de Castro Filho, Silvio Tendler, Tânia Fusco
Elenco: Francisco Milani (Narrador/voz), José Wilker (Narrador/voz)
Produtores: Adolfo Lachtermacher
País de Origem: Brasil
Ano: 1994



INÍCIO 

Se o brasileiro soubesse o que é semiótica

No final do século XIX a publicidade surgiu em jornais aqui no Brasil. Aproximadamente pela década de 40 do século XX, surgiram os outdoors em auto estradas e a seguir em grandes avenidas. Com o início da tv brasileira em 1950 e com o desenvolvimento da imprensa, revistas e a tv, tornaram-se grandes meios de comunicação para a publicidade. De lá para cá a semiótica se fez presente no Brasil e talvez na América Latina em geral, no entanto, ficou restrita ao mundo das comunicações, me parece.
Até outro dia, se você resolvesse perguntar a um advogado brasileiro, o que é semiótica, por certo ele se enrolaria para responder, imaginem no contexto popular! Uma ciência sendo usada pela publicidade, para manipular o povo e que geralmente nem sabem dizer o que seja! Tudo é signo, se o povo entendesse de semiótica conseguiria analisar um candidato a um cargo político muito melhor. Analisaria a forma como o cara fala, como se veste, a linguagem que usa, conseguiria ver o que estivesse por trás da maquiagem... mas, o povo brasileiro só pensa em ver novelas, torcer pelo seu time, tomar cervejas e etc e nem se toca de que todas estas coisas ele faz porque a semiótica é muito bem utilizada pela mídia e pela publicidade!

Nadia Gal Stabile - 20 02 2017

 





O Design a partir do Sistema dos Objetos de Baudrillard 
The Design from Baudrillard's System of Objects

Marcos N. Beccari; pós-graduando em Mestrado em Design; Universidade Federal do Paraná;
 Resumo: A proposta deste trabalho é apresentar, aos designers e pesquisadores da área, um (meta)acesso inicial à obra “O Sistema dos Objetos”, tese de doutorado de Jean Baudrillard (1968) sob a orientação de Roland Barthes (1915-1980). Por meio de uma revisão bibliográfica básica, procuramos encontrar o Design naquela irremediável região, trilhada por Baudrillard, onde as trocas simbólicas confundem-se com o andamento de todas as relações humanas. Para tanto, o autor e a obra selecionada são brevemente apresentados, aprofundando-nos em seguida nos conceitos de objeto funcional, objeto antigo, automatismo e consumo. Neste sentido, o Sistema dos Objetos é encarado mais como uma análise sobre o valor dos signos nas trocas humanas do que como uma análise dos objetos em si. Por fim, recorremos a algumas das pesquisas sobre Baudrillard já desenvolvidas no campo do Design, encerrando pontualmente com nossa contribuição à temática vigente. Não se trata, pois, de uma simples resenha ou tampouco de uma análise crítica aprofundada – nosso intuito é apenas contemplar o Design sob a perspectiva de Baudrillard, especificamente em seu Sistema dos Objetos.  


Palavras-chave: Design, Jean Baudrillard, O Sistema dos Objetos, trocas simbólicas
http://www.esocite.org.br/eventos/tecsoc2011/cd-anais/arquivos/pdfs/artigos/gt009-odesign.pdf

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

A semiótica é o estudo dos signos e da semiose, que estuda todos os fenômenos culturais como se fossem sistemas sígnicos, isto é, sistemas de significação. Ambos os termos são derivados da palavra grega σημεῖον (sēmeion), que significa "signo", havendo, desde a antiguidade, uma disciplina médica chamada de "semiologia" que é o sinônimo de Semiótica, a ciência geral dos signos que estuda todos os fenômenos de significação e foi usada pela primeira vez em Inglês por Henry Stubbes (1670), em um sentido muito preciso, para indicar o ramo da ciência médica dedicado ao estudo da interpretação de sinais. John Locke usou os termos "semeiotike" e "semeiotics" no livro 4, capítulo 21 do Ensaio acerca do Entendimento Humano (1690).
Mais abrangente que a linguística, a qual se restringe ao estudo dos signos linguísticos, ou seja, do sistema sígnico da linguagem verbal, esta ciência tem por objeto qualquer sistema sígnico - Artes visuais, Música, Fotografia, Cinema, Culinária, Vestuário, Gestos, Religião, Ciência, etc.
Surgiu, de forma independente, na Europa e nos Estados Unidos. Mais frequentemente, costuma-se chamar "semiótica" à ciência geral dos signos nascidas do norte-americano Charles Sanders Peirce e "Semiologia" à vertente europeia do mesmo estudo, as quais tinham métodos e enfoques diferenciados entre si[1].
Na vertente europeia o signo assumia, a princípio, um caráter duplo, composto de dois planos complementares - a saber, a "forma" (ou "significante", aquilo que representa ou simboliza algo) e o "conteúdo" (ou "significado" do que é indicado pelo significante) - logo a semiologia seria uma ciência dupla que busca relacionar uma certa sintaxe (relativa à "forma") a uma semântica (relativa ao "conteúdo").
Mais complexa que a vertente europeia, em seus princípios básicos, a vertente peirciana considera o signo em três dimensões, sendo o signo, para esta, "triádico". Ocupa-se do estudo do processo de significação ou representação, na natureza e na cultura, do conceito ou da ideia.
Posteriormente, teóricos europeus como Roland Barthes e Umberto Eco preferiram adotar o termo "semiótica", em vez de "semiologia", para a sua teoria geral dos signos, tendo, de fato, Eco se aproximado mais das concepções peircianas do que das concepções européias de origem em Saussure e no Estruturalismo de Roman Jakobson.
Cquote1.svg A semiótica é um saber muito antigo, que estuda os modos como o homem percebe o que o rodeia. Cquote2.svg
Cquote1.svg Ciência que estuda como o ser humano interpreta os vários elementos da linguagem utilizando seus sentidos e quais reações esses elementos provocam"    
     

Origens do estudo geral dos signos

É importante dizer que o saber foi estudado, inicialmente, constituído por uma dupla face. A face semiológica (relativa ao significante) e a epistemológica (referente ao significado das palavras).
A semiótica tem, assim, a sua origem na mesma época que a filosofia e disciplinas afeitas. Da Grécia antiga até os nossos dias tem vindo a desenvolver-se continuamente. Porém, posteriormente, há cerca de dois ou três séculos, é que se começaram a manifestar aqueles que seriam apelidados pais da semiótica (ou semiologia).
Os problemas concernentes à semiologia e à semiótica, assim, podem retroceder a pensadores como Platão e Santo Agostinho, por exemplo. Entretanto, somente no início do século XX com os trabalhos paralelos de Ferdinand de Saussure e Charles Sanders Peirce, o estudo geral dos signos começa a adquirir autonomia e o status de ciência.(...)
 https://pt.wikipedia.org/wiki/Semi%C3%B3tica







http://legacy.unifacef.com.br/rec/ed09/ed09_art02.pdf

INÍCIO 

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

serenata


https://www.facebook.com/paginasol/videos/835376033306672/


INÍCIO 

OTTO - Crua (Clipe Oficial) HD



https://www.youtube.com/watch?v=uK1UVLH1i2w


INÍCIO 

Bruno Latour - Filósofo e Antropólogo (Série EntreVidas) Autor do ensaio "Jamais Fomos Modernos"



https://www.youtube.com/watch?v=nZoQvVAJFHA&t=26s
 
 

Publicado em 13 de ago de 2015

http://climacom.mudancasclimaticas.ne...

risco e catástrofe. Há uma impermanência, uma porosidade que avizinha
cidades e florestas; falas e seres-coisas sonoros em pregnâncias
impensadas. Um violento grito sai da letra muda: o que podem as imagens
diante da floresta que desaparece? “Devoções e devorações infinitas...”.
Uma ânsia de destruição bastante distinta. De-compor é sempre
recombinar a matéria de expressão. Proposta que chove nos limites deste
vídeo, em que um encontro/entrevista com o filósofo e sociólogo Bruno
Latour é canibalizado por uma floresta de sensações sonoras e visuais.
Se não há como escapar das imagens, se somos imagens entre imagens, elas
precisam escapar a nós. Fugir ao olho e ouvido demasiado humanos que as
aprisionam. Devastar os clichês que cultivam sentidos enraizados.
Cultivar, compor, sem raiz, sem homogeneizar, apenas um brotar,
disponibilizar. Na disjunção entre imagens e sons, inventar uma zona
crítica como emergência e nascença, onde cidades e florestas são
gradientes de um emaranhado cosmopolítico em infindável variação. Na
relação entre imagens-seres-coisas, inventar um intervalo ficcional, uma
fenda-ruína que traz uma lembrança de um futuro-floresta. Ali onde as
imagens são arrebentações de forças, multiplicação de sentidos... Ali
onde a floresta torna-se pura potência de vida, de conexão entre-reinos,
florestas de povos, povos de florestas, corpos-chão-da-floresta. Há
risco e catástrofe. Há rio e riso. Há entre-reinos, como um envelopar
sem aprisionar, como um partilhar diferencial.

Jamais Fomos Modernos - A Antropologia Volta dos Trópicos



https://www.youtube.com/watch?v=i7SRMl8Pwl4


 


Enviado em 25 de dez de 2011
http://jamaisfomosmodernos.wordpress....
jamaisfomosmodernos[youknowwhat]hotmail.com

BODE: Voz/Vocals, Sampler
BRUNO: Bateria/Drums
CP : Baixo/Bass
DIEGO: Flauta doce soprano/Soprano Recorder


INÍCIO 

Jamais Fomos Modernos - A Proliferação dos Híbridos


https://www.youtube.com/watch?v=sW91oC6lJWU


 


Enviado em 14 de out de 2011

http://jamaisfomosmodernos.wordpress....
jamaisfomosmodernos[at]hotmail.com

BODE -TRIÂNGULO/TRIANGLE
BRUNO - BATERIA/DRUMS
CP - BAIXO/BASS
DIEGO - SAX TENOR/TENOR SAX
GUILHERMO - GUITARRA/GUITAR

http://jamaisfomosmodernos.wordpress....
jamaisfomosmodernos[at]hotmail.com


INÍCIO 

Entrevista: Martin Heidegger e o monge Tailandês Bhikku Maha Mani (Legen...



https://www.youtube.com/watch?v=rzIj0idJRL8
 
 
Publicado em 9 de ago de 2014
(Clique no ícone 'Legendas/CC', no canto inferior do vídeo, para ativar legendas em Português)

O famoso filósofo alemão, Martin Heidegger, é entrevistado pelo monge
Tailandês, Bhikkhu Maha Mani. Entrevista transmitida pelo canal de TV
alemão SWR em 1963. Leia para maiores informações sobre este encontro
extraordinário: "Heidegger and Asian Thought", p. 58 e "Encounters and
Dialogues with Martin Heidegger", 1929-1976", p. 170.

"Enquanto o representar corrente e técnico, no sentido mais amplo do termo, quer ir
sempre para frente e progredir, arrastando todos consigo, os caminhos
indicadores da sabedoria liberam, às vezes, perspectivas para a reunião
montanhosa e acolhedora de unidade."

Parte 1: https://www.youtube.com/watch?v=rzIj0...
Parte 2 :https://www.youtube.com/watch?v=sCKnb...


INÍCIO 

Pedro Tornaghi - Técnicas de respiração e meditação -=- 23° Encontro da ...



https://www.youtube.com/watch?v=gQn5zFpStdk


INÍCIO 

Meditação/Glândula Pineal - Pedro Tornaghi no Sem Censura - Tv Brasil - 2014



https://www.youtube.com/watch?v=RiTojRG_w6k

INÍCIO 

A religiosa meditação é o fim do ego - Krishnamurti



https://www.youtube.com/watch?v=Nnh3gEfcJQ0

INÍCIO 

Formas do Afeto - Um filme sobre Mário Pedrosa - Nina Galanternick.



https://www.youtube.com/watch?v=0LKywdSiQwU

INÍCIO 

Olivio Dutra fala sobre Mario Pedrosa



https://www.youtube.com/watch?v=eF5XSjmMbXU


 


Publicado em 18 de abr de 2013
Uma parte de nossa DVD/HQ sobre o maior crítico de artes do Brasil.




INÍCIO 

"O Açougueiro" é tragédia grega no sertão



https://www.youtube.com/watch?v=v6rBtBFeu6w&feature=em-uploademail

INÍCIO 

O Brasil que os russos não entendem - (abril de 2016)



https://www.youtube.com/watch?v=xcMJQascHLk


INÍCIO 

Chinese CG:气韵生动 (English Title: The Way )



https://www.youtube.com/watch?annotation_id=annotation_827332215&feature=iv&src_vid=LKFKxfL7tV4&v=Df_Q5thaUZk

INÍCIO 

Ilya Prigogine - Carta para as futuras gerações.




Ilya Prigogine - Carta para as futuras gerações.

Estava procurando um livro recomendado na pós graduação chamado "O fim das certezas", de um cientista Russo ganhador do prêmio nobel de Química em 1957 Ilya Prigogine, e me deparei com um texto belíssimo escrito por ele no caderno "Mais!" da Folha de São Paulo entitulado "Carta para as futuras gerações", datado de 30/01/2000.

Em pleno início do século XXI e no alto dos seus 83 anos (ele viria a morrer em 2003 com 86), o texto faz um balanço do século XX, com toda a segurança de quem a viveu e demonstra lucidamente desafios para o século XXI, seus perigos e suas possibilidades (ou como ele gosta de usar no texto "flutuações"), nos fazendo pensar na responsabilidade que nós cientistas e seres humanos temos de tentar construir uma realidade diferente dentro das várias possibilidades que nos aparecem.

Espero que gostem deste texto que nos faz pensar e enlouquecer um pouco mais.


Guilherme C. Grünewald

http://fiquelouco.blogspot.com.br/2007/11/e-com-vocs-ilya-prigogine-carta-para-as.html

----------------------------------------------------------------------------------
Carta para as futuras gerações, por Ilya Prigogine

IIya Prigogine é cientista de origem russa, nascido em Moscou, em 1917. Vive na Bélgica desde os 12 anos. Em 1977, recebeu o Prêmio Nobel de Química. É autor de O Fim das certezas (Ed. Unespi e A Nova Aliança (Ed. UnB), entre outros.

para o Caderno Mais!, da FSP, de 30/01/2000


Escrevo esta carta na mais completa humildade. Meu trabalho é no domínio da ciência. Não me da qualquer qualificação especial para falar sobre o futuro da humanidade. As moléculas obedecem a ''leis". As decisões humanas dependem das lembranças do passado e das expectativas para o futuro. A perspectiva sob a qual vejo o problema da transição da cultura da guerra para uma cultura de paz - para usar a expressão de Federico Mayor - se obscureceu nos últimos anos, mas continuo otimista.

De qualquer forma, como poderia um homem da minha geração - nasci em 1917- não ser otimista? Não vimos o fim de monstros como Hitler e Stalin? Não testemunhamos a miraculosa vitória das democracias na Segunda Guerra Mundial? No final da guerra, todos nós acreditávamos que a História recomeçaria do zero, e os acontecimentos justificaram esse otimismo.

Os marcos da era incluem a fundação da Organização das Nações Unidas e da Unesco, a proclamação dos direitos do homem e a descolonização. Em termos mais gerais, houve o reconhecimento das culturas não européias, do qual derivou uma queda do eurocentrismo e da suposta desigualdade entre os povos "civilizados e os ''não-civilizados". Houve também uma redução na distância entre as classes sociais, pelo menos nos países ocidentais.


Mário Pedrosa


Mário Pedrosa, Lélia Abramo e Sergio Buarque de Holanda - https://www.flickr.com/photos/dezorzi/1351335820

"Arte é o exercício experimental da liberdade" Mário Pedrosa

Os "museus" de arte contemporânea, ou aqueles dedicados a esse mito que é a arte dita moderna, não podem ser confinados a atividades tradicionais da entidade - guardar e expor obras primas. Suas funções são bem mais complexas. São eles intrinsecamente casas, laboratórios de experiências culturais. Laboratórios imediatamente desinteressados, isto é, de ordem estética, a fim de permitir que as experiências e vivências se façam e se realizem nas melhores condições possíveis ao estímulo criador. O Museu, assim concebido, é a luva elástica para o criador livre enfiar a mão. (Mário Pedrosa)

 Foi durante a iniciação ao samba, que o artista passou da experiência visual, em sua pureza, para uma experiência do tato, do movimento, da fruição sensual dos materiais, em que o corpo inteiro, antes resumido na aristocracia distante do visual, entra como fonte total da sensorialidade. (Mário Pedrosa, no artigo “Arte ambiental, arte pós-moderna, Hélio Oiticica”. In: Correio da Manhã, 26/06/1966
 O artista, o crítico, o filósofo, o sociólogo, seriam propositores -só os que conseguirem essa totalidade poderão propor algo: esse algo baseia-se em tudo o que seja a procura de um sentido para a vida nela mesma. Todos têm importância: uma sociedade se constitui de inter-sociedades -uma totalidade é uma trama de totalidades cuja unidade é o indivíduo. (Giulio Carlo Argan)

  
Na verdade, a desintegração da pintura é irreversível. Não há possibilidade nem razão para uma volta à pintura ou à escultura. (Hélio Oiticica)


O Brasil é um país condenado ao moderno. (Mário Pedrosa)

O que ele está querendo dizer (Mário Pedrosa, na frase acima) é que só há a possibilidade de ir pra frente. De experimentar. Não há razão para voltar atrás no Brasil. (Hélio Oiticica)


http://novo.fpabramo.org.br/sites/default/files/mario_pedrosa_e_o_brasil.pdf



  





quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Energia Escalar - Nikola Tesla


http://www.semprequestione.com/2015/05/desvendando-nikola-tesla-o-maior-segredo-energia-gratis.html#.WKX6I39l29M

https://nikolateslabrasil.wordpress.com/2016/08/24/eletricidade-sem-fioo-mundo-herda-a-tecnologia-criada-por-nikola-tesla/



O que é Energia Escalar?


É energia não linear e não hertzianas que possui capacidade para transportar informações,  formar escudos protetores e não perder potência com o passar do tempo ou distâncias. Como ainda não há instrumento que possa medir freqüência escalar a mesma continua sendo descrita como “sem frequência”. Em todo caso a ciência hoje afirma “…que é uma forma de energia estática formada quando duas [sem] freqüências semelhantes provenientes de sentidos opostos se encontram e se anulam mutuamente, gerando uma forma de energia estacionária” – a energia escalar.

A energia escalar sempre existiu no universo, é criada de forma natural e artificial. Diferente da energia tradicional que irradia-se em forma de ondas, a energia escalar se expande para fora dos círculos de energia, ocupando espaços com campos de energia biológica e irradiando uma rede de energias harmoniosamente equilibrada.



Energia Escalar e o Sistema Nervoso

O cérebro funciona com o sistema nervoso para controlar as diversas funções dos órgãos e sistemas do corpo. O sistema nervoso é extremamente sensível às freqüências eletromagnéticas (EMF) do ambiente. A maioria dos equipamentos elétricos (por exemplo, televisão, computadores, celulares, microondas) irradiam freqüências 60 Hz que interferem no funcionamento adequado do sistema nervoso.

Cabos de redes elétricas de alta tensão também emitem campos electromagnéticos que geram efeitos negativos sobre o corpo humano. Evidências científicas cada vez mais numerosas relacionam sintomas como dores de cabeça, falta de concentração, depressão, hiperatividade em crianças, distúrbios do sono.. e doenças como câncer, Alzheimer… às radiações eletromagnéticas cada vez mais intensas na moderna sociedade humana.



Escudo Protetor

Os movimentos expansivos e circulares da energia escalar formam um campo de escudo protetor em torno do corpo que remove e cancela os efeitos nocivos das freqüências de 60 Hz. sobre o corpo humano, reforçando as defesas naturais do organismo.

O cérebro humano possui e usa formas de vibrações para se comunicar com todo o corpo.

Há quatro tipos de ondas cerebrais – Beta, Alfa, Teta e Delta. A energia escalar amplia e estabiliza a freqüência das ondas alfa no cérebro, fazendo-o ressoar na mesma vibração do campo de energia da Terra. Desta forma as células do corpo que recebe esta freqüência ressoa em vibração indispensável para uma ótima saúde física e mental.(...)
  




RUSIA Y LA CONSTRUCCIÓN DE LA PRIMER TORRE TESLA





https://www.facebook.com/AlaVerdadMundial/videos/1183620675017451/?autoplay_reason=all_page_organic_allowed&video_container_type=0&video_creator_product_type=2&app_id=2392950137&live_video_guests=0

A la Verdad Mundial 
15 de novembro de 2016

 RUSIA Y LA CONSTRUCCIÓN DE LA PRIMER TORRE TESLA
A Rússia começa a construção da primeira Torre Tesla do mundo! 31 Frases de Nikola Tesla:
Físicos russos estão a construir a torre de tesla para gerar energia livre para todo o planeta. Uma equipa de rt falou com os dois físicos russos tentando replicar o lendário torre de wardenclyffe, que foi criado no início do século XX, pelo grande nikola Tesla, para gerar energia limpa para ser enviado para wireless. Torre de Tesla Nikola Tesla disse assim: "será a emoção mais intensa para um inventor para ver uma de suas criações trabalhar" é uma das frases mais famosas da física de Nikola Tesla (1856-1943), para alguns, o maior inventor Da História da humanidade. E, embora em física fez esta declaração depois de ver alcançado muitos de seus projetos, talvez o mais importante deles não teve a mesma sorte.
A Torre de wardenclyffe, também conhecida como a torre de Tesla, foi construída perto da ilha de Manhattan (ee. U), no início de 1900, mas não foi completado por razões desconhecidas até agora, embora se alegue que seu encerramento foi por problemas financeiros. De acordo com as teorias de Tesla, este projeto pode ser o sistema mais eficiente do mundo para a produção e transmissão de energia elétrica. Agora os físicos russos leonid e sergey plekhanov de propor a execução deste projeto, utilizando os materiais contemporâneos e tecnologia. " Imagine a possibilidade de colocar os painéis solares a uma distância de 100.000 milhas no deserto do Saara, e construir uma torre de transmissão de alta tensão industrial lá.
Isso será suficiente para abastecer o mundo. Poderíamos esquecer e estações de serviço, plantas de carvão, usinas nucleares, etc. " Ele disse rt os irmãos plekhanov. Sergio e leonid quer para desenvolver um laboratório experimental para demonstrar que o projeto Tesla é possível. Mas para a escala de protótipo que precisava $ 800.000. Dada a magnitude da figura, lançou uma campanha de "Crowdfunding" (Crowdfunding) através da internet para arrecadar dinheiro. Na Rússia, experiências ou práticas relacionadas com a energia não são novas.
Na década de 1980, o estado soviético construiu uma torre para canalizar os raios elétricos gerados nas tempestades, e, por conseguinte, ser capaz de analisar o seu impacto. Os irmãos plekhanov começou a estudar os documentos e Tesla ' s patentes para cinco anos. Para defender as vantagens do projeto, garantindo que as fontes de energia verde geralmente têm os seus centros de consumo geradores distantes e isso significa um grande custo para transportar enquanto em seu projeto esta despesa não é necessário.
De acordo com os físicos russos "desertos do planeta recebem do sol em seis horas a mesma energia que o mundo precisa de um ano" dos $ 800.000 para realizar o projeto, atualmente só colhido em torno de 50.000. No entanto, plekhanov irmãos Acham que, se eles podem se transformar em realidade o mito em torno da torre de Tesla não só voltaram credibilidade ao seu criador, mas também demonstraram ao mundo, uma maneira revolucionária para gerir a eletricidade.
De acordo com o projeto autores, a versão moderna de wardenclyffe, também conhecido como "Transmissor planetária" vai transmitir energia. Através da terra qualquer distância do planeta, o que ajudará a resolver muitos problemas tecnológicos.
INÍCIO 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...