segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

OUTRA LEI - UM MILHÃO DE ASSINATURAS - RIOANCESTRAL PEDRA DO SAL




https://www.youtube.com/watch?v=mEvThxZFfFs&feature=youtu.be


Publicado em 27 de fev de 2017
"PROMETO
DIGNIDADE E RESPEITO e vida, felicidade, justiça e paz para todas nós,
mas é preciso que o povo brasileiro esteja no poder para a fartura da
vida humana florescer."
GOVERNA POVO BRASILEIRO
#OUTRALEI
LEIA, IMPRIME E ASSINA, POR NOSSA FELICIDADE.
https://drive.google.com/file/d/0B9zZ...
Este
é o quarto lugar no Rio a acontecer a coleta de assinaturas. No início
foram 17 dias na Lapa, 3 na escadaria Selaron, e 14 dias no Bar do Seu
Antonio, na Joaquim Silva, próximo aos Arcos. O segundo foram 9 na
Cachoeira da Gruta, no Horto, o terceiro foram 3 dias no Coqueirão, em
Ipanema, Posto 9. E agora na Pedra do Sal, no Centro, Morro da
Conceição, serão, no total, 10 dias. É o segundo evento na Pedra do Sal,
começou dia 24 de fevereiro, hoje é o 4º dia, dia 27, e continuo até
dia 03 de março, das 17 às 20 horas. Hoje é segunda feira, hoje tem
samba na Pedra!
COLETA DE ASSINATURAS PARA LEGALIZAR A CANNABIS SEM POLÍTICOS - LEVA O NÚMERO DO TÍTULO, PRA FACILITAR!
Confirme
presença e divulgue - seu apoio é tudo, pois todo o nosso trabalho é
voluntário, E CADA PESSOA VALE APENAS UMA ASSINATURA, então dependemos
de VOCÊ! Se fosse fácil a gente assinava um milhão de vezes em casa, ou
os "políticos" já tinham legalizado. Então, AJUDA, FAZ O MÍNIMO, O
MÁXIMO NÓS ESTAMOS FAZENDO.



INÍCIO 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

A vitória da greve contra o arrocho em Florianópolis é um exemplo para o Brasil. Por Joaquim de Carvalho


A vitória da greve contra o arrocho em Florianópolis é um exemplo para o Brasil. Por Joaquim de Carvalho

Postado em 24 Feb 2017
 
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/a-vitoria-contra-o-arrocho-em-florianopolis-e-um-exemplo-de-luta-para-o-brasil-por-joaquim-de-carvalho/


Após 38 dias, os servidores públicos de Florianópolis retornaram ao trabalho. “E de cabeça erguida”, como definiu o presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público de Florianópolis, Alex Santos.
Os servidores públicos reconquistaram quase todos os direitos que haviam sido eliminados por um pacote de medidas aprovado nos primeiros dias da gestão do prefeito Gean Loureiro, do PMDB, muito parecido com as propostas que o governo de Michel Temer começou a apresentar em nível nacional.
O acordo que permitiu o fim da greve foi mediado pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina, que também recuou na multa milionária que havia estabelecido sobre o sindicato para cada dia de paralisação.
“Foi uma vitória da democracia e a prova de que não conseguiram calar a voz dos trabalhadores”, comemorou o presidente da Federação dos Servidores Públicos de Santa Catarina, Lizeu Mazzioni.
Entre os ganhos dos servidores de Florianópolis, está a volta da incorporação para aposentadoria das gratificações inerentes aos cargos, o que representa 95% dos casos. Também foi recriado o plano de carreira, cargos e salários (PCCS), que havia ficado suspenso após a aprovação do pacotão na Câmara.

CCHRInt: Childhood is Not a Mental Disorder



https://www.youtube.com/watch?v=Wv49RFo1ckQ

INÍCIO 

CRIANÇAS NA MIRA DA PSIQUIATRIA



https://www.youtube.com/watch?v=ajgcFVN3b_8
 
 

Publicado em 12 de jan de 2017
Milhões de crianças são rotuladas pela psiquiatria por terem comportamentos
infantis normais e são–lhes prescritas drogas psiquiátricas que as
conduzem a actos violentos e ao suicídio.


INÍCIO 

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

AS MULHERES VÃO PARAR NO 8 DE MARÇO!


https://www.facebook.com/events/188924804921667/
Quarta, 8 de março às 0:01 - 23:59


Esquina Democrática
Rua dos Andradas esquina Av. Borges de Medeiros, 90020-022 Porto Alegre


AS MULHERES VÃO PARAR NO 8 DE MARÇO!

Greve Internacional de Mulheres (GIM)
The International Women’s Strike (IWS)
Paro Internacional de Mujeres (PIM)

Este é um chamado coletivo, um esforço de unidade das organizações, coletivos e ativistas independentes para organizar o 8 de março no Brasil, respeitando suas regionalidades, suas pautas locais, sua diversidade de organizações.

Está parada será composto pelas mulheres trabalhadoras, as desempregadas, as estudantes, as negras,as índias, as brancas, as lésbicas,as bissexuais, as trans, as heteros, as putas, as vadias, as santas, as soropositivas, as que tem necessidades especiais, as refugiadas, as estrangeiras, as imigrantes, as camponesas, as rurais, as do mangue, as ribeirinhas, das águas, das florestas, do campo, das cidades, as aposentadas, as sindicalistas, as anarquistas, as libertárias, as socialistas, as que abortam, as mães, as que não têm filhos, as casadas, as divorciadas, as assediadas, as ameaçadas,as mortas, as vivas, as que não se calam.

Por cada uma, por todas e pelas que não podem estar!
Estamos ameaçadas em nosso direitos, com corte de gastos públicos na saúde, moradia, educação, assistência social no momento que mais precisamos e com as mulheres pagando impostos, e muitos impostos, a cada compra de alimento que fazemos. Estamos ameaçadas a não conseguir aposentadoria, enquanto empresas seguem tendo isenção ou perdão de suas dívidas com a previdência social. Estamos sofrendo agressões, violência machista e policial, repressão política. Somos vitimas do racismo. Mulheres negras que sofrem diariamente com a violência racista que violenta nossos corpos e extermina a vida dos nossos filhos e filhas. Os estupros crescem e o ódio à nós mulheres cresce a cada dia, patrocinado por muitos meios, repercutindo no aumento dos feminicídios. Estamos ameaçadas de ser presas quando precisamos abortar, e corremos risco de vida quando vamos parir.

Vamos parar e somar na luta!
Fique ligada que a mobilização tá crescendo.
Vamos nessa?

Página do Movimento 8M Brasil: https://www.facebook.com/GrevedeMulheres

Evento nacional: https://www.facebook.com/events/1846507865622383/

Mapa do evento nos Estados: https://www.google.com/maps/d/edit?mid=19j44wZ-j3HfdtUgAh3g9GZXumz4


*VER TAMBÉM: http://sarauxyz.blogspot.com.br/2017/01/as-mulheres-vao-parar-no-8-de-marco.html#.WK5MyH9l3PA

https://www.facebook.com/articulacaodemulheres/
INÍCIO 

RENDA BÁSICA UNIVERSAL

Renta Básica Universal
*o áudio do vídeo está com problemas, acessar o link abaixo

O futuro será com renda básica universal ou não será, nos ajude a compartilhar este vídeo e recuperamos as nossas vidas?

https://www.facebook.com/RentaBasicaUniversal/videos/612246012294657/



INÍCIO 

GODARD




"O que eu quero acima de tudo é destruir a ideia de cultura. Cultura é um álibi do imperialismo. Há Ministério da Guerra. Há Ministério da Cultura. Logo, cultura é guerra."

https://pt.wikiquote.org/wiki/Jean-Luc_Godard
  • "Michael Moore tenta nos fazer acreditar que George W. Bush é burro. Mas Bush não é tão burro e Moore também não é tão inteligente."

sobre o diretor americano de documentários que contestam "o sistema"
  • "Post-war filmmakers gave us the documentary, Rob Reiner gave us the mockumentary and Moore initiated a third genre, the crockumentary." (Algo como: "Cineastas do pós-guerra nos deram documentários, Rob Reiner nos deu pseudodocumentários e Michael Moore iniciou um terceiro gênero, o cacomentário.")
  • "Fotografia é verdade. Cinema é verdade vinte quatro vezes por segundo."
  • "Cada edição é uma mentira."

  • “Tudo o que você precisa para fazer um filme é uma arma e uma garota.”
  • “Eu nunca iria ver um bom filme, pela primeira, vez na televisão.”
  • “Nos filmes, somos treinados por meio de filmes norte-americano a pensar que temos de compreender e pegar tudo de imediato. Mas isso não é possível. Quando você come uma batata, você não entende cada átomo da batata!”
  • “Os filmes são um mundo de fragmentos.”
  • “Faço filmes para fazer o tempo passar.”
  • “A história deve ter um começo, um meio e um fim, mas não necessariamente nessa ordem.”
  • “Filme é como um diário pessoal, um notebook ou um monólogo por alguém que tenta justificar-se perante uma câmara.”
  • “Ser ou não ser. Essa não é realmente uma questão.”
  • “O cinema é o domínio dos ricos brancos.”


INÍCIO 

Lembrem de mim - Leminski








Lembrem de mim

lembrem de mim
como de um
que ouvia a chuva
como quem assiste missa
como quem hesita, mestiça,
entre a pressa e a preguiça.


Marginal é quem escreve à margem,
deixando branca a página
para que a paisagem passe
e deixe tudo claro à sua passagem.

Marginal, escrever na entrelinha,
sem nunca saber direito
quem veio primeiro,
o ovo ou a galinha.



quando eu tiver setenta anos
então vai acabar esta adolescência

vou largar da vida louca
e terminar minha livre docência

vou fazer o que meu pai quer
começar a vida com passo perfeito

vou fazer o que minha mãe deseja
aproveitar as oportunidades
de virar um pilar da sociedade
e terminar meu curso de direito

então ver tudo em sã consciência
quando acabar esta adolescência.



um dia
a gente ia ser homero
a obra nada menos que uma ilíada

depois
a barra pesando
dava pra ser aí um rimbaud
um ungaretti um fernando pessoa qualquer
um lorca um éluard um ginsberg

por fim
acabamos o pequeno poeta de província
que sempre fomos
por trás de tantas máscaras
que o tempo tratou como a flores


 uma carta uma brasa através
por dentro do texto
nuvem cheia da minha chuva
cruza o deserto por mim
a montanha caminha
o mar entre os dois
uma sílaba um soluço
um sim um não um ai
sinais dizendo nós
quando não estamos mais


 http://www.vidaempoesia.com.br/pauloleminski.htm




Une Femme Coquette (Jean-Luc Godard, 1955) with English subtitles



https://www.youtube.com/watch?v=DzpFi0uBmzs 



https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/02/21/Um-filme-rar%C3%ADssimo-de-Godard-est%C3%A1-dispon%C3%ADvel-no-YouTube

 


INÍCIO 

Você é o que pensa - Krishnamurti



https://www.youtube.com/watch?v=scVIxdfvT8E

INÍCIO 

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

[NocauteTV] O capitalismo não é pessoal. Por Ana Roxo



https://www.youtube.com/watch?v=pRCmHDyA_8o
 
 

Publicado em 21 de fev de 2017

O capitalismo não é uma questão pessoal. Parem de propor saídas
individuais pro capitalismo porque não resolve nada. Porque as soluções
individuais como trabalhar por conta própria, não te tira do sistema
explorador que é o capitalismo.


INÍCIO 

Monsanto: 25 doenças que podem ser causadas pelo agrotóxico glifosato

17/02/2015 00:00 - Copyleft

Monsanto: 25 doenças que podem ser causadas pelo agrotóxico glifosato

Cientistas descobriram que pessoas doentes tinham maiores níveis de glifosato em seu corpo do que as pessoas sadias. Conheça os resultados destas pesquisas



Alexis Baden-Mayer - Sin Permiso

http://cartamaior.com.br/?%2FEditoria%2FMeio-Ambiente%2FMonsanto-25-doencas-que-podem-ser-causadas-pelo-agrotoxico-glifosato%2F3%2F32891


A Monsanto investiu no herbicida glifosato e o levou ao mercado com o nome comercial de Roundup em 1974, após a proibição do DDT. Mas foi no final dos anos 1990 que o uso do Roundup se massificou graças a uma engenhosa estratégia de marketing da Monsanto. A estratégia? Sementes geneticamente modificadas para cultivos alimentares que podiam tolerar altas doses de Roundup. Com a introdução dessas sementes geneticamente modificadas, os agricultores podiam controlar facilmente as pragas em suas culturas de milho, soja, algodão, colza, beterraba açucareira, alfafa; cultivos que se desenvolviam bem enquanto as pragas em seu redor eram erradicadas pelo Roundup.


Ansiosa por vender seu emblemático herbicida, a Monsanto também incentivou os agricultores a usar o Roundup como agente dessecante, para secar seus cultivos e assim fazer a colheita mais rapidamente. De modo que o Roundup é usado rotineira e diretamente em grande quantidade de cultivos de organismos não modificados geneticamente, incluindo trigo, cevada, aveia, colza, linho, ervilha, lentilha, soja, feijão e beterraba açucareira.


Entre 1996 e 2011, o tão difundido uso de cultivos de Organismos Geneticamente Modificados (OGM) Roundup aumentou o uso de herbicidas nos Estados Unidos em 243 milhões de kg – ainda que a Monsanto tenha assegurado que os cultivos de OGM reduziriam o uso de pesticidas e herbicidas.



A Monsanto falsificou dados sobre a segurança do Roundup e o vendeu para departamentos municipais de parques e jardins e também a consumidores como sendo biodegradável e estando de acordo com o meio ambiente, promovendo seu uso em valetas, parques infantis, campos de golf, pátios de escola, gramados e jardins privados. Um tribunal francês sentenciou que esse marketing equivalia a publicidade enganosa.


Nos quase 20 anos de intensa exposição, os cientistas documentaram as consequências para a saúde do Roundup e do glifosato na nossa comida, na água que bebemos, no ar que respiramos e nos lugares em que nossas crianças brincam.


Descobriram que as pessoas doentes têm maiores níveis de glifosato em seu corpo do que as pessoas sadias.


Também encontraram os seguintes problemas de saúde que eles atribuem à exposição ao Roundup e/ou ao glifosato:


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

La Mayor entrevista hecha a Nikola Tesla


https://www.youtube.com/watch?v=y5f5aySUE-U

Publicado em 8 de mai de 2015
Entrevista que el científico Nikola Tesla concedió para la revista "Immortality" en su laboratorio en Colorado Springs.

Entrevista a NICOLA TESLA
Escrito por Editor VOPUS
Entrevista a NICOLA TESLA a la revista "Immortality"

http://teslaespanish.blogspot.com.es/

*ver transcrição em inglês: 

http://sarauxyz.blogspot.com.br/2017/02/a-entrevista-mais-extraordinaria-de.html?spref=fb#.WKtjan9l3PA


INÍCIO 

A entrevista mais extraordinária de Nikola Tesla, escondida por 116 anos!- The Nikola Tesla Interview hidden for 116 years!


The Nikola Tesla Interview hidden for 116 years!




In 1899 Tesla gave this interview which has rarely ever been published for over 100 years.
Update: it has recently come to light that this interview is most likely faked as The theory of relativity was not developed in 1899. Be your own judge. The awesome folks at Tesla Volunteer Army discovered this and altered us. AetherForce is a grass roots movement and we make mistakes, boy do we ever, but when we are wrong we own up and admit it. Working together we can get the truth out about Tesla. Any mistakes we make are mistakes of the mind, not the heart. Please spread the word.  Join us on Facebook.

In it Tesla’s pulls no punches and reveals the great conspiracy of science that was well under way, the suppress the ether and the introduce a new fake science to conceal it as well as suppress the work of Tesla Himself.




Once, in 1899, Nikola Tesla had an interview with a certain journalist John Smith, when Tesla said “Everything is the Light“. In one of its rays is the fate of nations, each nation has its own ray in that great light source, which we see as the Sun. In this interview this greatest inventor and seer of modern time unravels a new vision of humanity which we, the light warriors of the first and the last hour have created a century later. A must read for every Ascended Master from the PAT.
Part of this interview is dedicated to Tesla’s critics on Einstein’s theory of relativity that discards the ether as energy. I have proved in the new Theory of the Universal Law why Einstein’s theory of relativity is entirely wrong and why there is no vacuum (void), and that everything is energy. Thus I confirm Tesla’s ideas as expressed in this interview.
George, May 7, 2015
Journalist: Mr. Tesla, you have gained the glory of the man who got involved in the cosmic processes. Who are you, Mr. Tesla?
Tesla: It is a right question, Mr. Smith, and I will try to give you the right answer to it.
Journalist: Some say you’re from the country of Croatia, from the area called Lika, where together with the people are growing trees, rocks and starry sky. They say that your home village is named after the mountain flowers, and that the house, where you were born, is next to the forest and the church.
Tesla: Really, all it true. I’m proud of my Serbian origin and my Croatian homeland.
Journalist: Futurists say that the Twenty-and Twenty First Century was born in head of Nikola Tesla. They celebrate conversely magnetic field and sing hymns to Inductions engine. Their creator was called the hunter who caught the light in his net from the depths of the earth, and the warrior who captured fire from heaven. Father of alternating current will make the Physics and Chemistry dominate half the world. Industry will proclaim him as their supreme saint, a banker for the largest benefactors. In the laboratory of Nikola Tesla for the first time is broken atom.
There is created a weapon that causes the earthquake vibrations. There are discovered black cosmic rays. Five races will pray to him in the Temple of the future, because they had taught a great secret that Empedocles elements can be watered with the life forces from the ethers.
Tesla: Yes, these are some of my most important discoveries. I’m a defeated man. I have not accomplished the greatest thing I could.
Journalist: What is it, Mr. Tesla?
Tesla: I wanted to illuminate the whole earth. There is enough electricity to become a second sun. Light would appear around the equator, as a ring around Saturn.
Mankind is not ready for the great and good. In Colorado Springs I soaked the earth by electricity. Also we can water the other energies, such as positive mental energy. They are in the music of Bach or Mozart, or in the verses of great poets. In the Earth’s interior, there are energy of Joy, Peace and Love. Their expressions are a flower that grows from the Earth, the food we get out of her and everything that makes man’s homeland. I’ve spent years looking for the way that this energy could influence people. The beauty and the scent of roses can be used as a medicine and the sun rays as a food.
Life has an infinite number of forms, and the duty of scientists is to find them in every form of matter. Three things are essential in this. All that I do is a search for them. I know I will not find them, but I will not give up on them.
Journalist: What are these things?
Tesla: One issue is food. What a stellar or terrestrial energy to feed the hungry on Earth? With what wine watered all thirsty, so that they can cheer in their heart and understand that they are Gods?
Another thing is to destroy the power of evil and suffering in which man’s life passes! They sometimes occur as an epidemic in the depths of space. In this century, the disease had spread from Earth in the Universe.
The third thing is: Is there an excess Light in the Universe? I discovered a star that by all the astronomical and mathematical laws could disappear, and that nothing seems to be modified. This star is in this galaxy. Its light can occur in such density that fits into a sphere smaller than an apple, a heavier than our Solar System. Religions and philosophies teach that man can become the Christ, Buddha and Zoroaster. What I’m trying to prove is wilder, and almost unattainable. This is what to do in the Universe so every being is born as Christ, Buddha or Zoroaster.
I know that gravity is prone to everything you need to fly and my intention is not to make flying devices (aircraft or missiles), but teach individual to regain consciousness on his own wings … Further; I am trying to awake the energy contained in the air. There are the main sources of energy. What is considered as empty space is just a manifestation of matter that is not awakened.
No empty space on this planet, nor in the Universe.. In black holes, what astronomers talk about, are the most powerful sources of energy and life.

NIKOLA TESLA TECNOLOGIA EXTRATERRESTRE


 https://www.youtube.com/watch?v=XkThASm3QwI
 
 

Publicado em 8 de set de 2015

Entrevista: Boris Petrovic - Presidente do Instituto de Tecnologias Sustentáveis Nikola Tesla
Produção: Victor Volcov
http://www.tesla.org.br
https://www.facebook.com/NikolaTeslaI...

INÍCIO 

O Bloco Soviético inunda a Augusta de paródias contra o machismo, contra o golpe, a favor da revolução.

https://www.facebook.com/jornalistaslivres/videos/484767021647180/?pnref=story
Jornalistas Livres

BLOCO SOVIÉTICO
Pela liberdade do carnaval de rua paulistano. O Bloco Soviético inunda a Augusta de paródias contra o machismo, contra o golpe, a favor da revolução. 15 mil pessoas na paz e na tranquilidade. Fora Temer foi cantado por todo o percurso, da concentração à dispersão. E isso é só o começo.
Vídeo: Sato do Brasil, para os Jornalistas Livres


INÍCIO 

"OPERAÇÃO CAMANDUCAIA" - 1974 época da Ditadura Civil Militar Brasileira

*via página de Socialista Morena 18 de fevereiro às 23:12 · horrores da ditadura militar: em 1974, para "limpar" são paulo, a polícia pegou 93 meninos de rua, surrou e abandonou, nus, numa estrada em minas gerais. muito boa a reportagem do Rodrigo Vianna https://www.facebook.com/SocialistaMorena/videos/1344810755579424/


INÍCIO 

Josué de Castro - Cidadão do Mundo (1994)



https://www.youtube.com/watch?v=fQrwW1sjHyI
 
 

Publicado em 8 de jul de 2012
"Josué de Castro, Cidadão do Mundo", de Silvio Tendler.

O médico, geógrafo, sociólogo e político Josué de Castro, foi pioneiro no
combate à fome no Brasil e no mundo. Há 40 anos, apresentou proposta de
ações de incentivo à agricultura familiar e à criação dos restaurantes
populares. Foi presidente do Fundo para a Agricultura e Alimentação da
Organização das Nações Unidas (FAO/ONU) e indicado por duas vezes ao
Prêmio Nobel da Paz. Escreveu o livro Geografia da fome, publicado em
mais de 25 línguas.

Ficha técnica:

Título Original: Josué de Castro, Cidadão do Mundo
Sinopse: O filme retrata a vida e a obra do médico pernambucano Josué de Castro,
intelectual engajado em um dos maiores e eternos problemas da
humanidade: a fome. Autor de vários livros que discutem a fome como uma
questão política, Josué representou o Brasil em vários órgãos
internacionais, como a FAO, mas acabou sendo exilado pela ditadura
militar.

Gênero: Documentário
Direção: Silvio Tendler
Roteiro: Adolfo Lachtermacher, Josué de Castro Filho, Silvio Tendler, Tânia Fusco
Elenco: Francisco Milani (Narrador/voz), José Wilker (Narrador/voz)
Produtores: Adolfo Lachtermacher
País de Origem: Brasil
Ano: 1994



INÍCIO 

Se o brasileiro soubesse o que é semiótica

No final do século XIX a publicidade surgiu em jornais aqui no Brasil. Aproximadamente pela década de 40 do século XX, surgiram os outdoors em auto estradas e a seguir em grandes avenidas. Com o início da tv brasileira em 1950 e com o desenvolvimento da imprensa, revistas e a tv, tornaram-se grandes meios de comunicação para a publicidade. De lá para cá a semiótica se fez presente no Brasil e talvez na América Latina em geral, no entanto, ficou restrita ao mundo das comunicações, me parece.
Até outro dia, se você resolvesse perguntar a um advogado brasileiro, o que é semiótica, por certo ele se enrolaria para responder, imaginem no contexto popular! Uma ciência sendo usada pela publicidade, para manipular o povo e que geralmente nem sabem dizer o que seja! Tudo é signo, se o povo entendesse de semiótica conseguiria analisar um candidato a um cargo político muito melhor. Analisaria a forma como o cara fala, como se veste, a linguagem que usa, conseguiria ver o que estivesse por trás da maquiagem... mas, o povo brasileiro só pensa em ver novelas, torcer pelo seu time, tomar cervejas e etc e nem se toca de que todas estas coisas ele faz porque a semiótica é muito bem utilizada pela mídia e pela publicidade!

Nadia Gal Stabile - 20 02 2017

 





O Design a partir do Sistema dos Objetos de Baudrillard 
The Design from Baudrillard's System of Objects

Marcos N. Beccari; pós-graduando em Mestrado em Design; Universidade Federal do Paraná;
 Resumo: A proposta deste trabalho é apresentar, aos designers e pesquisadores da área, um (meta)acesso inicial à obra “O Sistema dos Objetos”, tese de doutorado de Jean Baudrillard (1968) sob a orientação de Roland Barthes (1915-1980). Por meio de uma revisão bibliográfica básica, procuramos encontrar o Design naquela irremediável região, trilhada por Baudrillard, onde as trocas simbólicas confundem-se com o andamento de todas as relações humanas. Para tanto, o autor e a obra selecionada são brevemente apresentados, aprofundando-nos em seguida nos conceitos de objeto funcional, objeto antigo, automatismo e consumo. Neste sentido, o Sistema dos Objetos é encarado mais como uma análise sobre o valor dos signos nas trocas humanas do que como uma análise dos objetos em si. Por fim, recorremos a algumas das pesquisas sobre Baudrillard já desenvolvidas no campo do Design, encerrando pontualmente com nossa contribuição à temática vigente. Não se trata, pois, de uma simples resenha ou tampouco de uma análise crítica aprofundada – nosso intuito é apenas contemplar o Design sob a perspectiva de Baudrillard, especificamente em seu Sistema dos Objetos.  


Palavras-chave: Design, Jean Baudrillard, O Sistema dos Objetos, trocas simbólicas
http://www.esocite.org.br/eventos/tecsoc2011/cd-anais/arquivos/pdfs/artigos/gt009-odesign.pdf

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

A semiótica é o estudo dos signos e da semiose, que estuda todos os fenômenos culturais como se fossem sistemas sígnicos, isto é, sistemas de significação. Ambos os termos são derivados da palavra grega σημεῖον (sēmeion), que significa "signo", havendo, desde a antiguidade, uma disciplina médica chamada de "semiologia" que é o sinônimo de Semiótica, a ciência geral dos signos que estuda todos os fenômenos de significação e foi usada pela primeira vez em Inglês por Henry Stubbes (1670), em um sentido muito preciso, para indicar o ramo da ciência médica dedicado ao estudo da interpretação de sinais. John Locke usou os termos "semeiotike" e "semeiotics" no livro 4, capítulo 21 do Ensaio acerca do Entendimento Humano (1690).
Mais abrangente que a linguística, a qual se restringe ao estudo dos signos linguísticos, ou seja, do sistema sígnico da linguagem verbal, esta ciência tem por objeto qualquer sistema sígnico - Artes visuais, Música, Fotografia, Cinema, Culinária, Vestuário, Gestos, Religião, Ciência, etc.
Surgiu, de forma independente, na Europa e nos Estados Unidos. Mais frequentemente, costuma-se chamar "semiótica" à ciência geral dos signos nascidas do norte-americano Charles Sanders Peirce e "Semiologia" à vertente europeia do mesmo estudo, as quais tinham métodos e enfoques diferenciados entre si[1].
Na vertente europeia o signo assumia, a princípio, um caráter duplo, composto de dois planos complementares - a saber, a "forma" (ou "significante", aquilo que representa ou simboliza algo) e o "conteúdo" (ou "significado" do que é indicado pelo significante) - logo a semiologia seria uma ciência dupla que busca relacionar uma certa sintaxe (relativa à "forma") a uma semântica (relativa ao "conteúdo").
Mais complexa que a vertente europeia, em seus princípios básicos, a vertente peirciana considera o signo em três dimensões, sendo o signo, para esta, "triádico". Ocupa-se do estudo do processo de significação ou representação, na natureza e na cultura, do conceito ou da ideia.
Posteriormente, teóricos europeus como Roland Barthes e Umberto Eco preferiram adotar o termo "semiótica", em vez de "semiologia", para a sua teoria geral dos signos, tendo, de fato, Eco se aproximado mais das concepções peircianas do que das concepções européias de origem em Saussure e no Estruturalismo de Roman Jakobson.
Cquote1.svg A semiótica é um saber muito antigo, que estuda os modos como o homem percebe o que o rodeia. Cquote2.svg
Cquote1.svg Ciência que estuda como o ser humano interpreta os vários elementos da linguagem utilizando seus sentidos e quais reações esses elementos provocam"    
     

Origens do estudo geral dos signos

É importante dizer que o saber foi estudado, inicialmente, constituído por uma dupla face. A face semiológica (relativa ao significante) e a epistemológica (referente ao significado das palavras).
A semiótica tem, assim, a sua origem na mesma época que a filosofia e disciplinas afeitas. Da Grécia antiga até os nossos dias tem vindo a desenvolver-se continuamente. Porém, posteriormente, há cerca de dois ou três séculos, é que se começaram a manifestar aqueles que seriam apelidados pais da semiótica (ou semiologia).
Os problemas concernentes à semiologia e à semiótica, assim, podem retroceder a pensadores como Platão e Santo Agostinho, por exemplo. Entretanto, somente no início do século XX com os trabalhos paralelos de Ferdinand de Saussure e Charles Sanders Peirce, o estudo geral dos signos começa a adquirir autonomia e o status de ciência.(...)
 https://pt.wikipedia.org/wiki/Semi%C3%B3tica







http://legacy.unifacef.com.br/rec/ed09/ed09_art02.pdf

INÍCIO 

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

serenata


https://www.facebook.com/paginasol/videos/835376033306672/


INÍCIO 

OTTO - Crua (Clipe Oficial) HD



https://www.youtube.com/watch?v=uK1UVLH1i2w


INÍCIO 

Bruno Latour - Filósofo e Antropólogo (Série EntreVidas) Autor do ensaio "Jamais Fomos Modernos"



https://www.youtube.com/watch?v=nZoQvVAJFHA&t=26s
 
 

Publicado em 13 de ago de 2015

http://climacom.mudancasclimaticas.ne...

risco e catástrofe. Há uma impermanência, uma porosidade que avizinha
cidades e florestas; falas e seres-coisas sonoros em pregnâncias
impensadas. Um violento grito sai da letra muda: o que podem as imagens
diante da floresta que desaparece? “Devoções e devorações infinitas...”.
Uma ânsia de destruição bastante distinta. De-compor é sempre
recombinar a matéria de expressão. Proposta que chove nos limites deste
vídeo, em que um encontro/entrevista com o filósofo e sociólogo Bruno
Latour é canibalizado por uma floresta de sensações sonoras e visuais.
Se não há como escapar das imagens, se somos imagens entre imagens, elas
precisam escapar a nós. Fugir ao olho e ouvido demasiado humanos que as
aprisionam. Devastar os clichês que cultivam sentidos enraizados.
Cultivar, compor, sem raiz, sem homogeneizar, apenas um brotar,
disponibilizar. Na disjunção entre imagens e sons, inventar uma zona
crítica como emergência e nascença, onde cidades e florestas são
gradientes de um emaranhado cosmopolítico em infindável variação. Na
relação entre imagens-seres-coisas, inventar um intervalo ficcional, uma
fenda-ruína que traz uma lembrança de um futuro-floresta. Ali onde as
imagens são arrebentações de forças, multiplicação de sentidos... Ali
onde a floresta torna-se pura potência de vida, de conexão entre-reinos,
florestas de povos, povos de florestas, corpos-chão-da-floresta. Há
risco e catástrofe. Há rio e riso. Há entre-reinos, como um envelopar
sem aprisionar, como um partilhar diferencial.

Jamais Fomos Modernos - A Antropologia Volta dos Trópicos



https://www.youtube.com/watch?v=i7SRMl8Pwl4


 


Enviado em 25 de dez de 2011
http://jamaisfomosmodernos.wordpress....
jamaisfomosmodernos[youknowwhat]hotmail.com

BODE: Voz/Vocals, Sampler
BRUNO: Bateria/Drums
CP : Baixo/Bass
DIEGO: Flauta doce soprano/Soprano Recorder


INÍCIO 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...