segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

VINICIUS DE MORAES - SERENATA DO ADEUS - INTERPRETAÇÃO DE ELIZETH CARDOSO (1957)

música que marcou minha infância.

minha mãe ligava o rádio e eu ouvia...

o rádio era bem diferente do que é hoje.

Vinicius de Moraes faz parte de nossa alma!

nadia gal stabile - 16 02 15

 

Serenata do Adeus

Vinicius de Moraes

Ai, a lua que no céu surgiu
Não é a mesma que te viu
Nascer nos braços meus
Cai, a noite sobre o nosso amor
E agora só restou do amor
Uma palavra: Adeus
Ai, vontade de ficar mas tendo que ir embora
Ai, que amar é se ir morrendo pela vida afora
É refletir na lágrima, um momento breve
De uma estrela pura cuja luz morreu
Ai, mulher, estrela a refulgir
Parte, mas antes de partir

Rasga meu coração
Crava as garras no meu peito em dor
E esvai em sangue todo o amor
Toda desilusão
Ai, vontade de ficar mas tendo que ir embora
Ai, que amar é se ir morrendo pela vida afora
É refletir na lágrima um momento breve
De uma estrela pura
Cuja luz morreu
Numa noite escura
Triste como eu




https://www.youtube.com/watch?v=D0YpUWei74I


Um comentário:

  1. A VALSA DO ADEUS DE CHOPIN - https://www.youtube.com/watch?v=KE4__FnR778

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...